Rivalidades

Chuck Berry x Little Richard
Tão certo quanto a importância das duas lendas-vivas para o rock’n’roll é o desprezo mútuo entre elas. Desde os anos 1950, Chuck Berry e Little Richard disputam o trono de inventores do gênero e continuam se comportando como duas crianças mimadas. Em 1993, quando vieram ao Brasil tocar no mesmo festival, geraram inúmeras manchetes ao protagonizar chiliques do tipo "Ele não pode ganhar um centavo a mais do que eu" e "Não toco antes dele de jeito nenhum".

Courtney Love x Dave Grohl e Krist Novoselic
Desde a morte de seu marido, Kurt Cobain, em 1994, a vocalista do grupo Hole vem se engalfinhando com os outros dois ex-membros do Nirvana, na disputa em torno de direitos sobre as músicas da banda. Grohl, que fundou o Foo Fighters depois que o Nirvana acabou, e Novoselic acusam Courtney de oportunismo, por ela ter vendido o famoso diário de Cobain. Há quem aponte ela como a assassina do líder do Nirvana, cuja causa mortis oficial é suicídio. Não seria o primeiro ato de violência da loira, que já esbofeteou até fãs de sua própria banda.

Oasis x Blur
"Pode vir um por um, Damon, o baixista e depois os outros. Dou porrada em todos, eles vão cair como dominós". O vocalista do Oasis, Liam Gallagher, costuma dar declarações desse tipo sobre os integrantes do Blur. A guerra entre as duas bandas, que parece ser levada a sério muito mais pelos irmãos Gallagher, teve seu estopim quando ambos os grupos lançaram uma música no mesmo dia, em agosto de 1995. Depois disso, enquanto o vocalista do Blur retribuiria com ironias, convidando Liam para participar de seu outro projeto, o Gorillaz, Noel Gallagher chutaria o balde dizendo que queria ver membros do Blur mortos de Aids.

LS Jack x Art Popular
Em julho de 2003, os roqueiros cariocas do LS Jack partiram para cima do grupo Art Popular no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Eles alegaram que alguns membros de sua produção ouviram o vocalista Leandro Lehart falar mal da banda para seus companheiros pagodeiros. Lehart alegou que, na verdade, estava comentando sobre o alto preço dos discos de outros artistas e que nem sequer sabia da presença dos músicos no voo. Enquanto o LS pediu perdão aos fãs, o Art solicitou aos advogados um jeito de levar o caso à justiça.

Marcelo D2 x Caetano Veloso
O rapper e o músico baiano brigaram feio nos bastidores do Video Music Brasil (VMB), da MTV, em 2000. O motivo: D2 declarou em uma entrevista que não gostava de Caetano e que preferia samba. Entre um grito e outro, era possível ouvir os pedidos de "dá uns tapas nele" da então esposa de Veloso, Paula Lavigne.

Madonna x Elton John
Os dois eram amigos até ele declarar, em 2002, que a canção-tema dela para o filme de James Bond "não tinha melodia". E ainda completou: "Eles deveriam ter contratado alguém como Shirley Bassey ou até mesmo eu. Não acho que seja a melhor gravação de Madonna e digo isso como um grande fã dela".

Eminem x Moby
O desbocado rapper fez uma música só para chamar o trabalho do produtor de "techno bore" (techno chato). A resposta, à altura, dizia que apenas crianças de 10 anos ouvem Eminem. Hoje, Moby mantém a maior distância possível do "colega". Na vez em quase se esbarraram em um hotel que serviria de locação para um clipe do rapper, ele saiu às pressas da cidade.

Marcelo Camelo x Chorão
Em julho de 2004, os dois quebraram o pau no aeroporto de Fortaleza. Os músicos estavam em conexão para Piauí, onde participariam do festival Piauí Pop. Durante o encontro, Chorão foi tirar satisfações com Camelo sobre declarações que ele fez sobre sua banda, o Charlie Brown Jr., em uma entrevista. O líder dos Los Hermanos rebateu as acusações e levou uma cabeçada no nariz e um soco. Em 24 de fevereiro de 2005, Camelo entrou com um processo de indenização por danos morais e materiais contra o rival.

Livro conta bastidores de entrevistas da revista "Rolling Stone".