Filho de agricultores da região de Bozzano, no Norte da Itália, Pio Giannotti – nome de batismo de frei Damião – foi soldado e lutou na Primeira Guerra Mundial antes de se tornar religioso. Quando voltou da guerra, entrou para a ordem dos freis capuchinhos no Convento de Lucca. Chegou ao Brasil em maio de 1931, depois de ter se doutorado em direito canônico, teologia dogmática e filosofia pela Universidade Gregoriana, em Roma. Nunca se naturalizou brasileiro. A formação moralista sempre norteou suas pregações. Morreu em 31 de maio de 1997, aos 98 anos.