busca
facebook twitter rss

20 curiosidades sobre Zico

1. Arthur Antunes Coimbra, o Zico, nasceu no Rio de Janeiro em 3 de março de 1953. Zico foi um dos mais implacáveis artilheiros que o futebol brasileiro já teve. Fez 701 gols marcados como profissional. Ficou conhecido pelos dribles curtos, perfeita proteção da bola em velocidade, excelente visão de jogo e genial cobrança de faltas de perto da área.

2. Seu primeiro time foi o Juventude de Quintino. Nando, Zeca, Edu e Tunico, irmãos do craque, também fizeram parte do Juventude.

3. Zico ganhou o apelido "Galinho" por causa de seu físico franzino. Quando entrou para o Flamengo, em 1966, ele tinha 1,55 metro de altura e pesava 37 quilos. Uma outra versão, contada pelo irmão Nando, diz que o locutor Waldir Amaral criou o apelido por causa do cabelo levantado de Zico no alto da cabeça, que lembrava a crista de um galinho.

4. A estreia de Zico no Flamengo aconteceu contra o maior rival do time, o Vasco. A partida, pela Taça Guanabara, aconteceu em 29 de julho de 1971. Apesar de o Galinho não ter marcado, o Flamengo venceu por 2 a 1. 

5. No estádio Fonte Nova (Salvador), contra o Bahia, Zico marcou seu primeiro gol pelo time principal do Flamengo, aos seis minutos do segundo tempo. A partida aconteceu em 11 de agosto de 1971, e terminou empatada em 1 a 1. 

6. O jogador assumiu a camisa 10 do Flamengo em 1974. Apesar disso, dois anos antes já havia participado da conquista do Campeonato Carioca. 

7. Em 1981, Zico ganhou o título de artilheiro da Copa Libertadores (é um dos 27 brasileiros que já conseguiram o feito). Ele marcou 11 gols. Pelo Campeonato Brasileiro, ele conquistou a artilharia em 1980 (21 gols) e 1982 (20 gols). 

8. Os problemas com o joelho tiveram início em 1985 por causa de uma entrada forte de um zagueiro do Bangu chamado Márcio Nunes. Depois do lance, o jogador foi ameaçado por torcedores do Flamengo anos a fio. 

9. Zico marcou 508 gols em 731 jogos com a camisa do Flamengo. Foi cinco vezes campeão carioca, uma vez campeão sul-americano e uma vez campeão do Mundial Interclubes. Além disso, ganhou o título de maior artilheiro em cinco campeonatos estaduais. O jogador fez 89 partidas oficiais pela Seleção Brasileira, marcando 66 gols. Ele disputou as Copas de 1978, 1982 e 1986.

10. Seu último jogo com a camisa amarelinha foi em 27 de março de 1989, no estádio Comunale de Friule, em Udine, Itália. Foi um amistoso contra a “seleção do Resto do Mundo”. Dunga marcou o único gol do Brasil, que perdeu por 2 a 1.

11. A despedida de Zico pelo Flamengo foi em 2 de dezembro 1989, em um jogo contra o Fluminense disputado na cidade de Juiz de Fora (MG). O rubro-negro goleou os tricolores por 5 a 0. Zico marcou o primeiro gol do jogo, aos 22 do primeiro tempo.

12. Zico jogou no Kashima Antlers, do Japão, entre 1991 e 1994, e foi treinador do time em 1999. Ele se tornou um ídolo no país – tanto que foi o técnico da Seleção do Japão na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006.

13. Depois que deixou o futebol profissional, Zico fez parte da seleção brasileira de futebol de areia. Em 1997, o craque fundou seu próprio time, o Rio de Janeiro Futebol Clube, que ficou conhecido pela sigla CFZ. Zico chegou a ser técnico da equipe.

14. Apesar de compartilharem uma grande paixão (o Flamengo!), Zico e Romário já tiveram seus atritos. Sobre Zico, em 1995, Romário disse, logo depois de ter sido contratado pelo Flamengo: "Eu ganhei uma Copa do Mundo, ele não".

15. Zico foi imposto pela CBF como consultor técnico da Copa de 1998, quando a seleção brasileira era comandada por Zagallo. Zico foi apontado como o responsável pelo corte do atacante Romário — que retaliou com caricaturas tanto de Zico quanto de Zagallo no banheiro de sua boate. Zico foi demitido logo após o vice-campeonato na Copa. 

16. Com seus 701 gols profissionais, Zico é o quarto maior artilheiro da história do futebol brasileiro. 

17. Zico foi o jogador que mais marcou gols pelo Flamengo: 508, ao todo. No número de jogos, perde para o lateral direito Junior, que vestiu a camisa rubro-negra 874 vezes.

18. O Galinho foi diretamente responsável pela participação da seleção brasileira na Copa de 1982, na Espanha. Isso porque foi ele que marcou todos os três gols da partida contra a Colômbia que classificou o Brasil para a competição.

19. Com 66 gols marcados, Zico é o segundo maior artilheiro da história da seleção brasileira. Só perde o pódio para o rei Pelé, que balançou a rede 97 vezes.

20. Zico deixou seu nome marcado no Maracanã. Com 333 gols, ele é o maior artilheiro de todos os tempos do estádio carioca.

Livro elege os 50 melhores jogos de Copas do Mundo.

livro indicado

Isso e muito mais você encontra aqui!

botao conheca

facebook twitter rss

2005-2012 © Guia dos Curiosos Comunicações

Todos os direitos reservados. - Nenhum texto pode ser reproduzido sem prévia autorização.