• Bêbado: Obstáculo com duas varas, dispostas em diagonais opostas.
  • Conjunto: Dupla formada por cavaleiro e animal.
  • Desempate: Segundo percurso com menos obstáculos e 10 centímetros a mais de altura.
  • Distensão: Local reservado para aquecimento dos atletas e dos cavalos.
  • Duplo: Dois obstáculos dispostos um em seguida do outro. Para ser considerado duplo, a distância entre as barras deve ser suficiente para no máximo dois passos de galope. É considerado um único obstáculo.
  • Falta: Quando o cavalo derruba o obstáculo. Tocar no obstáculo não constitui falta. Cada falta soma quatro pontos ao conjunto.
  • Forfait: Desistência de um conjunto.
  • Galão: Passo do cavalo ao galope.
  • Linha: Dois obstáculos com uma distância de três ou mais lances de galope.
  • Muro: Obstáculo semelhante a um muro.
  • Oxer: Obstáculo com duas varas paralelas, com a de trás mais alta que a da frente.
  • Paddock: Próximo cavaleiro a entrar na pista.
  • Paralela: Obstáculo com duas varas paralelas na mesma altura.
  • Piaffer: Trotar sem sair do lugar.
  • Quádruplo: Obstáculo com quatro barras dispostas em forma crescente de altura.
  • Queda: Quando o cavaleiro cai do cavalo. Nesse caso, o conjunto é desclassificado.
  • Refugo: Quando o animal se recusa a saltar um obstáculo.
  • Rio: Salto em distância por cima de água.
  • Sebe: Obstáculo com plantas e varas paralelas.
  • Tríplice: Obstáculo com três varas dispostas em forma de “escada”.
  • Triplo: Três obstáculos um atrás do outro.
  • Zerar: Quando o conjunto não comete faltas durante o percurso.

Confira o livro mais completo sobre dados das Olimpíadas.