1. Banda de Ipanema
Fundada em 1965 pelo agitador cultural Albino Pinheiro, virou basicamente um desfile de travestis e drag queens, cheio de irreverências e fantasias caprichadas.

2. Imprensa que eu gamo
Criado em 1995 por um grupo de jornalistas, o bloco desfila no bairro de Botafogo e capricha nas críticas a problemas cotidianos. As fantasias são baseadas nas principais notícias que foram manchete durante o ano.

3. Suvaco do Cristo
O nome do bloco, nascido no Jardim Botânico e situado aos pés do Cristo Redentor, é uma expressão inventada por Tom Jobim. Ele queixava-se de que tudo em sua casa mofava porque ele morava “no sovaco do Cristo”. A Igreja Católica implicou com o nome e sugeriu que fosse mudado para “Divinas Axilas”.

4. Cordão do Bola Preta
Fundado em 1918, é o mais antigo bloco de Carnaval da cidade. Ele é homenageado em uma das mais famosas marchinhas cariocas, “Quem não chora não mama”.

5. Se Melhorar, Afunda
Fundado em 2005, o único bloco intermunicipal do carnaval carioca concentra em Niterói e atravessa de barca até o Centro do Rio, onde continua a folia.

6. Bloco das Carmelitas
O bloco foi formado em 1990 por um grupo de amigos que se encontrava para jogar futebol no Parque das Ruínas e tomar cerveja no Bar do Serginho. O nome religioso é uma homenagem a Santa Teresa, que batiza o bairro de origem do grupo.

7. Cordão do Boitatá
Criado em 1996, o cordão é formado por 8 integrantes, que assumem violão, cavaquinho, acordeão, voz, percussão e sopro. Desde 1997, sai pelas ruas do centro do Rio de Janeiro no Carnaval. O nome é uma homenagem à lenda do boitatá, presente no imaginário popular em todo o país.

8. Céu na Terra

O bloco foi uma iniciativa do Núcleo Céu na Terra, que em 2000 se reuniu para curtir o Carnaval carioca no bairro de Santa Teresa. Fundado em 1998 por profissionais das artes, ciências sociais e educação, o Núcleo pesquisa os ciclos festivos da cultura nacional.

9. Simpatia é Quase Amor
Desde o Carnaval de 1985, o bloco passeia pela orla de Ipanema no Carnaval. Atrás do bloco que grita “Alô burguesia de Ipanema, olha o Simpatia aí, gente!”, pulam em média 20 mil pessoas todos os anos.

10. Bangalafumenga
Foi no Carnaval de 1998 que o já tradicional bloco carioca desfilou pela primeira vez na cidade. Mais de 100 integrantes formam o time de “batuqueiros”, que sai às ruas para mostrar que a mistura dos mais variados ritmos brasileiros dá samba.