Apesar de batizar um importante torneio de tênis, Roland Garros era piloto de avião. Foi o primeiro francês a cruzar o Mediterrâneo pelo ar. Durante a Primeira Guerra, percebeu que poderia se dar bem nas batalhas aéreas se encontrasse um jeito de atirar de maneira automática. Juntou pratos defletores a lâminas do motor de um avião. Em 1915, aproximou-se de uma aeronave alemã, pegou o inimigo de surpresa e atirou. Mais tarde, atingido e capturado, Garros viu sua invenção ser usada pelos alemães. Morreu em 1918, cinco semanas antes do fim do cessar-fogo.