1. Criados por Jim Henson em 1954, os Muppets são um grupo de fantoches que fez bastante sucesso na televisão.

2. A palavra “muppet”, de acordo com Henson, surgiu em 1956, uma mistura de “marionette” e “puppet” (fantoche, em inglês). No entanto, o próprio Henson desmentiu a versão, dizendo que só gostava do som do termo e que tinha inventado a história anterior. O termo não é usado apenas para os Muppets que conhecemos, mas também para os personagens de Vila Sésamo.

3. A época de maior sucesso dos personagens começou com The Muppet Show, em 1974. O seriado imitava um programa de auditório e tinha Kermit (Caco, o Sapo) como apresentador.

4. Os fantoches costumam ser feitos de espuma coberta com pelúcia ou tecido. A boca e os olhos geralmente são grandes.

5. Quem manipula os fantoches é apelidado de “muppeteer” ou “muppet master”. 

6. O muppeteer segura a cabeça do boneco com a mão direita.

7. É a mão esquerda que controla os braços, o que faz com que vários personagens sejam canhotos.

8. Em Portugal, a série é conhecida como “Os Marretas”.

9. Durante os anos, a definição do personagem Gonzo mudou. Quando estreou, ele fazia parte de um grupo de muppets peludos chamado de “frackles”. Depois que virou protagonista, passou a ser considerado um mistério para os outros.

10. No filme “Muppets do espaço”, Gonzo descobre que, na verdade, é um alienígena.

11. O primeiro boneco Kermit foi feito com um casaco da mãe de Jim Henson e bolas de tênis de mesa. Ele parecia mais com um lagarto do que com um sapo.

12. Miss Piggy é nascida no estado americano de Iowa. Como seu pai morreu quando ela era jovem e sua mãe era malvada, ela teve que participar de concursos de beleza para ganhar dinheiro.

13. Rowlf, o cachorro músico, foi criado em 1962 para comerciais de ração para cães. Acabou participando do “The Jimmy Dean Show”, em que recebia cerca de duas mil cartas de fãs por semana. Acabou virando um fixo do “The Muppet Show” em 1976.

14. Depois que Jim Henson morreu, em 1990, Rowlf virou um personagem mudo – a produção não encontrou ninguém que pudesse imitar sua voz com perfeição. Em 1996, o dublador Bill Barretta foi escolhido para o papel.

15. A palavra mais usada pelo Cozinheiro Sueco é “bork”. Acontece que o termo não tem significado algum (nem mesmo em sueco).