5 curiosidades sobre o naturalismo

1. As primeiras informações sobre a prática alimentar naturalista datam de séculos atrás. Figuras conhecidas da história, como os filósofos Pitágoras e Platão, já na Antigüidade pararam de consumir alimentos de origem animal por considerá-los impuros. Nascia aí o chamado vegetarianismo, hoje adotado por inúmeras pessoas ao redor do mundo. "Normalmente, os adeptos da cozinha natural seguem a dieta vegetariana", afirma a nutricionista Alessandra Peron, do Centro de Nutrição e Psicologia do Programa Holístico de Emagrecimento. 

2. Os vegetarianos se enquadram em quatro categorias principais: vegetalistas, vegetaristas, crudivoristas e macrobióticos.

3. Os primeiros, mais radicais, abolem de seu cardápio todo e qualquer gênero alimentício proveniente de animais. Já os do segundo segmento, também designados de ovo-lacto-vegetarianos, cortam apenas a carne, consumindo sem problemas ovos, queijo, leite e derivados.

4. Na mesma linha, os crudivoristas variam dos vegetaristas no que diz respeito ao preparo das refeições: os alimentos devem ser consumidos crus.

5. Por fim, a dieta macrobiótica, idealizada pelo japonês Georges Oshawa a partir de princípios religiosos, determina o consumo dos alimentos conforme a condição Yin ou Yang da pessoa.