Pré-história a século XVI

35.000 a.C. a 18.000 a.C.
Pinturas de animais, incluindo bisões, renas, cavalos e cenas de caça que datam dessa época foram encontradas nas cavernas da região de Dordogne (França) e na região dos Pirineus (Espanha).

20.000 a.C.
Os primeiros graffitis (incisões ruprestes) foram produzidos neste período. Eles eram livremente desenhados e dotados de tênue colorido.

3.300 a.C.
Os egípcios desenvolveram os hieróglifos e produziram objetos de arte e arquitetura.

850 a.C.
Foram escritos os poemas épicos Ilíada e Odisséia, atribuídos a Homero.

284
Inaugurou-se a Biblioteca de Alexandria, localizada no norte do Egito. Ela reunia o maior acervo de cultura e ciência da antigüidade. Foi demolida por volta de 391 d.C.

1309
Dante Alighieri, poeta italiano, escreveu a Divina Comédia, na qual narra sua viagem através do Inferno, do Purgatório e do Paraíso. A obra ajudou a estabelecer a língua italiana tal como é falada.

1410
O pintor Jan Van Eick misturou terebentina com óleo de linhaça e descobriu a base da tinta a óleo.

1440
O livro As Mil e Uma Noites começou a ser escrito. Ele reúne uma série de histórias orientais de data e autoria incertas.

1503
Leonardo da Vinci finalizou a Mona Lisa, sua obra mais famosa.

1504
A estátua de David foi instalada na frente do Palácio da Signoria, em Florença (Itália). Michelângelo demorou 3 anos para finalizar a peça, que possui 5,16 metros de altura e pesa 5,5 toneladas.

1512
Michelângelo terminou de pintar o teto da Capela Sistina.

1572
O escritor Luís de Camões publicou Os Lusíadas. O livro contribuiu para a popularização do português moderno.

1594
O inglês William Shakespeare escreveu um de seus textos mais famosos: Romeu e Julieta.