20 objetos de famosos que foram leiloados

1. Lenço de papel de Scarlett Johansson
Um lenço de papel usado durante uma gripe transmitida pelo ator Samuel L. Jackson. Esse é o objeto que a atriz e cantora Scarlett Johansson colocou a leilão no site Ebay, em dezembro de 2008. Os 6.600 dólares arrecadados foram doados à USA Harvey, instituição que combate a fome nos Estados Unidos.

2. Brincos de Maradona
O técnico da Argentina Diego Maradona teve um par de brincos de diamantes confiscado no dia 14 de setembro de 2009. Os objetos foram a leilão para pagar dívidas do ex-jogador com o governo italiano. O lance inicial era de 4 mil euros, mas os objetos foram arrematados por 25 mil euros — cerca de 71 mil reais.

3. Manuscrito de All You Need is Love
A canção foi escrita pelos Beatles em 1967. Seu manuscrito acabou sendo arrematado por 2,5 milhões de reais em 2005. O leilão ocorreu em Londres (Inglaterra).

4. Primeiro violão de George Harrison
Trata-se do instrumento com o qual o músico aprendeu a tocar. Foi vendido em 2003 por 360 mil dólares em um leilão em Londres (Inglaterra). O pai de Harrison havia comprado o violão por 3,5 libras (cerca 8,5 dólares).

5. Terno e pista de dança de "Embalos de Sábado à Noite" (1977)
O look branco usado pelo então estreante John Travolta no longa conseguiu um lance de 145 mil dólares. Já a pista onde Tony Manero mostrava seus dotes de dançarino foi colocada à venda em 2005. Ela mede 40 metros quadrados e tem mais de 300 luzes que brilham por baixo de uma superfície transparente. Pertencia à boate Spectrum, de Nova York, Estados Unidos.

6. "Codex Leicester" de Leonardo Da Vinci
Ninguém menos que o mega-empresário Bill Gates adquiriu o conjunto de manuscritos do artista italiano. Para ficar com as 72 páginas da relíquia, o dono da Microsoft desembolsou 30,8 milhões de dólares. A compra foi efetuada em 11 de novembro de 1994. Após a aquisição, várias partes do documento foram digitalizadas e disponibilizadas online.

7. Papel higiênico do Abbey Road
Em 4 de janeiro de 2005, o site eBay colocou em leilão um rolo de papel higiênico que os Beatles se recusaram a usar durante as gravações de um álbum no estúdio Abbey Road. Eles acharam o produto muito áspero e não gostaram de sua estampa (o nome da gravadora EMI).

8. Selo com foto de Audrey Hepburn
O selo lançado na Alemanha em 2001 recebeu um lance de 135 mil euros na venda realizada pela casa Selzmann em outubro de 2005. A peça tornou-se rara depois que o filho da atriz conseguiu na Justiça que parte do lote a que ela pertencia fosse destruído. O comprador foi um executivo do setor de investimentos.

9. Manuscrito de Abraham Lincoln 
O manuscrito - uma carta-resposta do presidente Abraham Lincoln aos jovens que lhe pediram a libertação das crianças escravas - data de 1864. Leiloado em Nova York em abril de 2008, atingiu o valor recorde de 3,4 milhões de dólares.

10. O primeiro contrato assinado pelos Beatles 
Fechado pelos músicos em 24 de janeiro de 1962, o objeto foi leiloado em setembro de 2008, por 240 mil libras. 

11. Primeira guitarra queimada de Jimi Hendrix
O instrumento - uma Fender Stratocaster 1965 - foi queimado por Hendrix durante o célebre show de março de 1967 e leiloado em setembro de 2008, atingindo valor de  280 mil libras. 

12. Lembranças do Titanic
Em outubro de 2008, a última sobrevivente do Titanic, Millvina Dean, anunciou o leilão de lembranças do naufrágio. Entre os artigos, estavam uma mala com roupas de 1912 e retratos raros do navio deixando as docas de Southampton, na Inglaterra. Millvina tinha apenas 9 semanas de vida quando o Titanic naufragou, em 15 de abril de 1912. Das 2.227 pessoas a bordo, apenas 776 foram resgatadas com vida.

13. CD de Mikhail Gorbachev
Mikhail Gorbachev foi um dos principais responsáveis pela abertura política e econômica da União Soviética no final dos anos 1980. Nas horas vagas, Gorbachev é cantor. Em 21 de junho de 2009 o único CD com seis músicas cantadas pelo político foi arrematado por 164 mil dólares. A renda foi para a Fundação Raisa Gorbachev, que ajuda crianças com câncer.

14. Cartas de amor de Amy Winehouse
Enquanto seu então marido, Blake Fielder-Civil, estava preso, a cantora Amy Winehouse enviou diversas cartas a ele. Por nem sempre poder ir pessoalmente à cadeia, Amy mandava as cartas através de sua sogra, Georgette. Os papéis foram leiloados e vendidos, por um preço que não foi divulgado. Depois de se separar de Fielder-Civil, Amy decidiu processar a ex-sogra. A cantora pediu 50 mil libras — cerca de 151 mil reais — de indenização.

15. Chiclete de Britney Spears
Um fã pegou o objeto na calçada em frente ao hotel London’s Sanderson, em Londres, Inglaterra. Ele continha ainda marcas dos dentes da cantora. O "eBay" conseguiu um lance de 450 dólares, mas precisou interromper o leilão porque alegou-se que a goma teria o DNA da cantora. Isto contraria as normas do site.

16. Bola de vôlei de "Náufrago" (2000)
Os estúdios Fox conseguiram 18,4 mil dólares por Wilson, nome dado pelo personagem de Tom Hanks ao objeto. Além disso, obteve um recorde de consultas em seu site de leilões. Cerca de 65,8 mil pessoas se interessaram pela bola.

17. Penico de Napoleão
O imperador encomendou o objeto quando estava exilado na ilha de Santa Helena. Ele foi a leilão em Londres, Inglaterra, em maio de 2005. O lance inicial foi de mil dólares.

18. Álbum autografado por John Lennon para seu assassino
O ex-beatle assinou seu nome no disco pouco antes de ser alvejado por Mark David Chapman. Colocado à venda em 2005 em lance inicial de 525 mil dólares, o disco serviu como prova no caso.

19. Vestido usado por Marilyn Monroe na festa de aniversário de 45 anos de John Kennedy
A peça, que foi usada pela atriz na noite em que cantou "Parabéns a Você" ao presidente norte-americano, é uma criação do estilista francês Jean Louis. Os donos da loja Gotta Have It o arremataram por 1,267 milhão de dólares em um leilão realizado pela Christie’s, em Nova York, Estados Unidos. O evento ocorreu em 1999.

20. Objetos pessoais de Gandhi
Um par de sandálias, um relógio de bolso, um prato e uma tigela metálicos e óculos de lentes redondas. Um dia pertencentes ao líder pacifista Mahatma Gandhi, esses objetos foram a leilão em março de 2009, causando polêmica e desentendimentos entre o dono do acervo, familiares de Gandhi e o Governo da Índia. O colecionador americano dono do lote de objetos enfrentou a fúria da família, que considera o leilão um desrespeito à memória de Gandh, e do governo indiano, que defende a volta dos itens ao país. O magnata indiano V.J. Mallya levou todos os itens pela quantia de 1,8 milhão de dólares. Mallya prometeu que os bens seriam enviados de volta à Índia, onde ficariam em exposição pública.

Livro reúne curiosidades e o "endereço final" de celebridades.