Por que cruzamos os dedos para desejar boa sorte?

No livro "Gestures: Their Origin and Distribution", o escritor inglês Desmond Morris aponta para uma relação entre o gesto e a religião. Segundo ele, os dedos cruzados são uma forma estilizada de representar uma cruz. Assim, seria uma maneira de evocar boa sorte às forças divinas.

Existem outras explicações ligadas à religião para justificar essa tradição. Uma delas faz referência à forma como os papas concedem suas bênçãos: com o dedo médio e o dedo indicados levantados para cima, enquanto os demais permanecem abaixados. Associar estes dois dedos à boa sorte, então, pode ter sido uma relação estabelecida em tempos antigos.

Por fim, para os cristãos essa pode ser ainda uma exaltação à vitória de Deus sobre o Diabo, representada através da cruz. Na Roma Antiga se acreditava que cruzar os dedos evitava uma gravidez. No Oriente Médio, é sinal de amizade.