Quem é a mulher retratada na Estátua da Liberdade?

Há uma versão bastante curiosa para essa resposta: a cabeça seria da mãe do escultor da obra, o francês Frédéric-August Bartholdi; já o corpo seria da esposa dele. Bartholdi nunca negou, mas também nunca confirmou.

Outras versões apontam que a senhora que segura a tocha é na verdade a viúva de Isaac Merrit Singer (o inventor da máquina de costura) ou mesmo uma modelo francesa da época. São hipóteses improváveis porque Batholdi não teve contato físico com essas pessoas enquanto desenvolvia a obra, de modo que estas não podem ter posado para ele.

A hipótese de que o rosto da estátua é inspirado na mãe de Bartholdi, por outro lado, é corroborada por retratos dela encontrados por historiadores. Além disso, ela ficou famosa por se negar a abandonar a casa onde morava após a invasão alemã na Guerra Franco-Prussiana, o que tem tudo a ver com o espírito da estátua, que foi uma forma de reatar os laços entre França e Estados Unidos após o conflito. A hipótese mais aceita dentre os historiadores é que Bartholdi tenha deliberadamente desenhado o corpo da estátua ou no máximo tenha se inspirado em uma francesa chamada Céline.