O que é o "cheiro de carro novo"?

Segundo Joel Leite, da agência Autoinforme, o cheiro de carro novo não é obra do acaso. Ele é uma união do cheiro das dezenas de materiais que formam o veículo. O resultado final se dá através da liberação de resíduos químicos no ar: plástico, tecido e cola são alguns dos odores expelidos que, quando reunidos no ar, criam aquele odor característico: "É um fenômeno não renovável, de curta duração", explica Joel.

Segundo Leite, as montadoras conferem um odor especial a cada produto para que o "cheiro do carro novo" seja perceptível, mas não a ponto de incomodar o motorista e os passageiros. As combinações entre os aromas dos materiais vão sendo testadas uma a uma e em conjunto, sempre na base do "tentativa e erro", até que se chegue a uma composição agradável. "Se for o caso troca-se até de fornecedor por causa do cheiro", diz Joel.

Além disso, existem aromatizantes artificiais que "rejuvenescem" um carro e lhe dão o tal "cheiro de carro novo".