Os peixes têm ossos?

Sim e não. Quem explica é Rachel Azzari, bióloga e autora de "Almanaque do fundo do mar": "Basicamente, os peixes estão divididos em dois grupos: os osteíctes, que possuem ossos, e os condrictes, ou cartilaginosos".

Como o próprio nome já diz, os peixes cartilaginosos são revestidos por uma cartilagem feita por fibras de colágeno. "O exemplo mais próximo que temos no corpo humano é a orelha, mas os peixes contam com o pericondrio, que é um tecido conjuntivo que deixa essas fibras mais rígidas", explica Azzari. Segundo ela, tubarões e arraias são os maiores exemplos de peixes condrictes.

A grande maioria dos demais peixes são osteíctes. E se você já encontrou uma espinha enquanto comia um peixe, fique sabendo que essa é a prova de que, sim, eles possuem ossos: "As espinhas são ossos bem fininhos que formam o esqueleto", define Azzari. Além das espinhas, os osteíctes possuem crânio, coluna vertebral e raios que dão forma às nadadeiras.