De onde vem a expressão "Voto de Minerva"?

Usada para caracterizar a opinião decisiva em caso de empate em uma votação, a expressão tem origem na mitologia grega e remete à Guerra de Troia. Conta a história que Agamenon, o comandante dos gregos, havia oferecido sua filha em um sacrifício aos deuses, irritando assim sua mulher Clitemnestra. Clitemnestra o assassinou. O deus Apolo ordenou então que Orestes, outro dos filhos de Agamenon, assassinasse Clitemnestra.

A sequência de assassinatos poderia não acabar aí. A morte de Clitemnestra, segundo Apolo, também poderia ser vingada. O deus, no entanto, não determinou que Orestes fosse assassinado e sim convocou um julgamento para definir se ele seria ou não condenado. Tal julgamento é considerado o primeiro da história dentro da mitologia grega.

Entre os 12 jurados não houve um consenso. Seis votaram pela absolvição e seis votaram pela condenação. Com o empate, foi chamada Minerva, a deusa da sabedoria. Minerva votou pela absolvição de Orestes.