O que são afoxés?

O afoxé é um cortejo que surgiu nas ruas de Salvador em 1895. O primeiro se chamava "Embaixada Africana" e era formado por negros da etnia nagô. O segundo foi o "Pândegos da África", que surgiu no ano seguinte.

Os grupos que participam do cortejo vestem roupas luxuosas e cantam em dialetos africanos. Eles usam instrumentos de percussão, como atabaques, agogôs e cabaças. A tradição tem origem religiosa, ligada ao candomblé. Na língua iorubá, da Nigéria, afoxé significa "encenação ritual". 

Atualmente o mais famoso deles chama-se "Filhos de Gandhy", de Salvador. O grupo foi criado em 1949 por estivadores, impressionados com o assassinato do líder indiano Mahatma Ghandi no ano anterior. Eles fizeram uma oferenda a Oxalá, no Largo do Pelourinho, para pedir a paz no mundo. Desfilaram enrolados em lençóis e com toalhas brancas torcidas que imitavam turbantes. Os lençóis e as toalhas foram emprestados pelas prostitutas da região. Seus 3 mil integrantes são todos homens.