Por que a escola de samba tem esse nome?

Em 1928, o compositor Ismael Silva reuniu os principais sambistas do bairro carioca do Estácio. Eles formavam uma roda de samba em frente à antiga Escola Normal. Foi por isso que o grupo se auto-denominou "escola de samba". Fundada oficialmente em 12 de agosto de 1928, ela foi batizada de Deixa Falar, que se tornaria Unidos de São Carlos e, a partir de 1984, Estácio de Sá. Seus integrantes se apresentavam como os "professores do samba".

A escola de samba mais antiga do Brasil ainda em atividade é a Portela. Ela nasceu em 1922 como um bloco chamado Baianinhas de Oswaldo Cruz. Em 1931, o bloco se tornou uma escola de samba chamada "Vae como Pode". Em 1932, logo após os desfiles oficiais, foi adotado o nome Portela. A águia de Oswaldo Cruz e Madureira é a maior campeã do Carnaval carioca, com 21 títulos do Grupo Especial. Por outro lado, desde 1984 a azul-e-branco não conquista um título.

Todas as 26 escolas que desfilarão na Marquês de Sapucaí em 2017 possuem o "Grêmio Recreativo Escola de Samba" antes do nome oficial - o Império da Tijuca ainda tem um "Educativa", referência ao ideal de ajudar na formação das crianças do Morro da Formiga. O "Grêmio Recreativo" foi uma ordem do antigo chefe de polícia do Rio de Janeiro, que determinou que todas as escolas de samba usassem o "GRES" em seus nomes. Mesmo as que surgiram depois acabaram mantendo a tradição - com raras exceções, como a Sociedade Esportiva Recreativa Escola de Samba Unidos do Cabuçu ou a Associação Recreativista Escola de Samba Vizinha Faladeira.

Na cidade de São Paulo, essa moda não é tão forte. São raríssimas as escolas que possuem apenas o "GRES" em seus nomes - casos de Acadêmicos do Tatuapé, Tom Maior e Nenê de Vila Matilde. A maioria usa siglas como "GRCES" (com "c" de "Cultural)" ou GRCSES (o primeiro "s" é de "Social"). Existem também escolas com nomes muito diferentes como a Sociedade Rosas de Ouro, a Associação Cultural e Social Mocidade Camisa Verde e Branco ou o Grêmio Gaviões da Fiel da Torcida.

Existe uma escola de samba, por sinal, que tem um nome bem longo. Na verdade, ela se denomina uma Faculdade do Samba! A Sociedade Recreativa Cultural Social Esportiva Beneficente Faculdade do Samba Barroca Zona Sul nasceu em 1974. Já disputou o Grupo Especial de São Paulo e atualmente desfila no Grupo I, a terceira divisão.