De onde vem a palavra "sorvete"?

Foi preciso viajar muito para se chegar a essa denominação. Segundo o Mestre sorveteiro Leandro Sambini, a raiz está no árabe shurba, usada para designar o suco de frutas. Das arábias migrou para a Turquia, onde se tornou sherbet. Essa palavra era utilizada especificamente para as bebidas frias.

Foi na Europa que os malabarismos linguísticos passaram a se encontrar com o que hoje conhecemos como sorvete. Na França, a receita passou a se chamar sorbet, enquanto na Itália virou o sorbetto. De lá, veio ao Brasil e se transformou em sorvete. "A troca do "b" pelo "v" deve ter relação com a palavra "sorver", que significa aspirar com a língua, como se faz com esse alimento", aposta Sambini.

Já a palavra "picolé" tem uma trajetória mais curta. Surgiu como uma adaptação do italiano piccolo sorbetto. "No começo, o picolé tinha uma forma arredondada, como se fosse um tijolinho. As caixas de correio instaladas na época tinham esse formato e passaram a ser conhecidas também como picolés", conta o Mestre.