Qual a ligação de Hércules com os Jogos Olímpicos?

Em “O livro de ouro da mitologia”, o autor Thomas Bulfinch narra cada um dos doze trabalhos de Hércules. Sobre o quinto, escreve: “Outro trabalho de Hércules foi a limpeza das cavalariças de Augias, rei da Elida, que possuía um rebanho de três mil bois, havendo trinta anos que não eram limpos os estábulos. Hércules desviou os cursos dos rios Alfeu e Peneu, para atravessá-los, fazendo a limpeza em um dia”. A ligação de Hércules com os Jogos Olímpicos parte deste trabalho, segundo conta a décima Ode à Olímpia do poeta Píndaro.

A narrativa conta que Hércules havia cobrado um décimo do valor do castelo de Augias pela limpeza dos estábulos e que o valor não havia sido pago. Hércules, então, teria saqueado toda a Elida e criado as Olimpíadas em honra a seu pai, Zeus. A Ode ainda diz que Hércules não teria encontrado desafiadores para os duelos e, assim, o próprio Zeus se disfarçou para enfrenta-lo. Após horas de combate, ele retirou o disfarce, orgulhoso da luta com Hércules.

 

Existem, ainda, algumas outras referências à participação de Hércules na criação dos Jogos: uma delas diz que a criação de disputas como lutas e corridas foi oferecida à Zeus como forma de se desculpar por um assassinato cometido por Hércules e do qual ele se arrependeu. Outra, conta que as competições foram uma forma do semideus preparar seus cinco irmãos para guerras.