Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola

O projeto de lei do Dia Nacional do Combate ao Bullying foi criado pelo deputado federal Artur Bruno (PT-CE). Ele escolheu o dia 7 de abril como lembrança do chamado "Massacre do Realengo”. Nesse dia, em 2011, Wellington Menezes de Oliveira, 23 anos, entrou na Escola Municipal Tasso de Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro, onde havia estudado na adolescência. Disse que ia dar uma palestra. Armado com dois revólveres, matou 12 alunos e, em seguida, cometeu suicídio. A data foi instituída para dar visibilidade à violência causada pelo bullying no Brasil.