Por que os norte-americanos chamam o futebol de "soccer"?

Por mais incrível que pareça, o termo é invenção britânica. Em outubro de 1863, quando o futebol começava a se popularizar, os líderes de 12 times de clubes locais se encontraram na taverna Freemasons’, em Londres, para estabelecer um código de regras para o jogo. Assim se formou a Football Association, entidade de controle do futebol na Inglaterra. Oito anos depois, em outra reunião do grupo, foi inventada uma versão do jogo mais tolerante ao uso das mãos, batizada de Rugby Football. Para facilitar a diferenciação entre as duas variantes, os membros da associação acabaram encurtando seus nomes. Rugby Football virou "rugger" e Football Association virou "soccer". Quando o futebol chegou aos Estados Unidos, no início do século 20, o apelidou "soccer" pegou na hora. Era a melhor forma de diferenciar o Football Association do Rubgy Football e do Futebol Americano, esporte que surgiu da mistura das duas modalidades. Na Inglaterra, o termo "soccer" caiu em desuso depois da Segunda Guerra Mundial.

Por que os jogadores de futebol entram em campo acompanhados por crianças?

A ideia de incorporar as mascotes mirins ao futebol veio de Ronan Ramos Oliveira, diretor de relações públicas do Clube Atlético Mineiro em 1976. O objetivo dele era atrair mais famílias aos estádios em dias de jogos. A seleção do primeiro grupo de mascotes mirins, que entrou em campo em partida do Atlético-MG contra o América-MG em 5 de setembro de 1976, foi bastante curiosa: cada uma delas deveria ser um sósia de um jogador. Hoje, em jogos oficiais, basta que o pequeno torcedor se apresente no estádio com o uniforme completo do time que deseja representar. A tradição foi oficialmente incorporada pela FIFA, que em 2001 firmou uma parceria com a UNICEF e passou a investir em ações com a participação de crianças. Para a Copa 2014, 1408 crianças de 70 nacionalidades diferentes foram escolhidas pelo Mc Donald’s (patrocinador oficial do torneio) para compor o time das mascotes. É por isso que elas sempre usam o mesmo uniforme, das cores amarela e vermelha, as mesmas da marca da rede de fast food.