Curiosidades sobre 10 divas do soul

1. Amy Winehouse
O site “When Will Amy Winehouse Die?” desafiava os internautas a adivinharem o dia da morte da autodestrutiva cantora. O “vencedor” ganharia um Ipod Touch. Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa no distrito de Camden, em Londres, no dia 23 de julho de 2011. Quatro internautas acertaram a data, e a aposta mais antiga levou o prêmio. Depois da morte, Amy Winehouse se juntou ao "Clube dos 27", lista de músicos que morreram aos 27 anos.

2. Aretha Franklin
Em 1987, a cantora se tornou a primeira mulher a entrar para o Hall da Fama do Rock. A carreira de Aretha Franklin começou cedo. Aos 14 anos, ela gravou um CD com as músicas gospel que cantava na igreja de seu pai. Os excessos da vida artística resultaram numa gravidez precoce, aos 15 anos. Aos 17, ela já tinha dois filhos. O álbum Amazing Grace, de 1972, vendeu 2 milhões de discos, batendo o recorde de álbum de gospel mais vendido da história. Ao longo dos anos 70, ganhou 8 Grammys consecutivos na categoria Melhor Cantora de R&B. Isso lhe rendeu o título de "Rainha do Soul".

3. Billie Holiday
O nome verdadeiro da cantora era Eleanora Fagan. Ela teve uma infância difícil: antes dos 14 anos, foi abandonada pelos pais, sofreu um estupro, prostituiu-se e foi presa. O nome artístico é uma homenagem dupla - a Billy Dove, atriz que ela admirava, e Clarence Holiday, músico que ela acreditava ter sido seu pai. God Bless The Child, álbum mais famoso e vendido de Billie Holiday, foi inspirado em uma briga motivada por dinheiro que a cantora teve com sua mãe.

4. Diana Ross
A atriz e cantora foi parte integrante do grupo The Supremes, nos anos 60. Deixou o grupo em 1969 para se dedicar à carreira solo. No ano seguinte, estourou com o hit "Ain’t No Mountain High Enough". Ela foi a primeira cantora a conseguir emplacar 6 hits consecutivos nas paradas de sucesso americanas. O último deles foi "Endless Love", dueto com Lionel Ritchie.

5. Dionne Warwick
A cantora de soul teve sua era de ouro nos anos 70, quando os hits "Walk On By" e "Say a Little Prayer" lhe renderam milhões de discos vendidos. Em 2012, numa tentativa de alavancar a carreira, lançou o álbum Now, em homenagem aos seus 50 anos na indústria fonográfica. A novidade fracassou e em 2013 Dionne Warwick declarou falência.

6. Ella Fitzgerald
Nos anos 90, a cantora já tinha gravado 200 discos. Ela fez seu último show em 1991, no Carnegie Hall, em Nova York. Foi a 26a vez que ela se apresentou na lendária casa de shows. Apelidada de "Primeira-dama da canção", Ella Fitzgerald ganhou 13 Grammys e vendeu mais de 40 milhões de álbuns ao longo de sua carreira.

7. Etta James
A cantora sempre teve problemas de saúde. Na década de 1990, chegou a pesar 180 quilos. Em 2003, passou por uma cirurgia de redução de estômago, perdendo mais de 90 quilos. Apesar das dificuldades, ela nunca deixou de fazer shows. Etta James faleceu em 20 de janeiro de 2012, aos 73 anos. Ela lutava contra uma leucemia associada à hepatite C desde 2010.

8. Joss Stone
A cantora Joscelyn Eve Stoker nasceu no dia 11 de abril de 1987 em Dover (Inglaterra). No começo de carreira, foi backing vocal da popstar Britney Spears. Joss Stone costuma se apresentar descalça. Mas a falta de sapatos lhe causou problemas em um show em Washington, em 2004, no qual estava presente o então presidente dos Estados Unidos George W. Bush. Os produtores não queriam deixá-la subir ao palco sem os "pisantes" de jeito nenhum. No fim, ela fez o espetáculo de meias.

9. Tina Turner
O nome verdadeiro da cantora é Anna Mae Bullock. Com o hit "What’s Love Got To Do With It", de 1984, Tina Turner tornou-se a mulher mais velha a alcançar o primeiro lugar nas paradas norte-americanas. Ela tinha 45 anos. No final de sua turnê de 1988, que foi divulgada como a última da carreira da diva, Tina Turner bateu um recorde mundial de público pagante em um show solo: 184 mil pessoas compraram ingresso para assisti-la no Maracanã, no Rio de Janeiro.

10. Whitney Houston
Assim como a maioria das divas do soul, Whitney começou sua carreira cantando em igreja. Aos 11, ela já era solista de um coral gospel júnior. O talento parece ser de família: Whitney era prima de Dionne Warwick e Dee Dee Warwick. Whitney Houston foi a única artista que alcançou o primeiro lugar da Billboard (parada de sucesso norte-americana) sete vezes seguidas.