10 curiosidades sobre Jade Goody

1. A inglesa Jade Goody participou pela primeira vez do Big Brother em 2002, em seu país natal. Ela era aquele tipo de participante que o público adora odiar: não parava de tagarelar — e estava sempre falando mal de alguém, principalmente pelas costas.

2. Apesar de não ter ganhado aquela edição, Jade virou uma sub-celebridade badalada na Inglaterra. Isso valeu a ela a participação, em 2004, no Celebrity Big Brother, uma versão do reality que conta apenas com celebridades.

3. No novo programa, ela manteve seu estilo. Acabou acusada de racismo após dizer o que pensava de uma das participantes, a cantora indiana Shilpa Shetty. Foi eliminada com uma enxurrada de votos.

4. O desaforo à cantora valeu a Jade sua terceira participação no Big Brother, dessa vez na edição indiana. Em 2008, ela entrou na casa. No segundo dia, a produção do programa a chamou para o confessionário. Jade foi informada de que estava com câncer cervical — desabou em choro. A cena pode ser vista no YouTube.

5. A sister voltou à Inglaterra imediatamente, para se tratar. Ainda em 2008, em setembro, foi noticiado que o câncer havia avançado. Em março do ano seguinte, apareceu a tão temida palavra "terminal".

6. Enquanto isso, Jade permitiu que uma equipe de televisão acompanhasse seu tratamento. Admitiu que era tudo por dinheiro, para garantir o futuro de seus filhos, Bobby Jack, de 5 anos, e Freddie, de 4.

7. Apesar da fama de controversa, Jade fez as pazes com a opinião pública inglesa. Isso permitiu que ela vendesse, por 1 milhão de libras (cerca de 3,5 milhões de reais), o direito de cobertura de seu casamento com Jack Tweed. Quem pagou a soma astronômica foi a revista "OK!" e a rede de televisão "Living".

8. Jade Goody e Jack Tweed se uniram em cerimônia no dia 22 de fevereiro de 2009. As fotos saíram apenas na "OK!", que havia pago para tanto. Na ocasião, a ex-Big Brother comentou: "Foi o dia mais feliz da minha vida. Agora estou pronta para ir ao paraíso".

9. Exatamente um mês depois, Jade faleceu. Apesar de ainda em tratamento no hospital Royal Marsden, em Londres, ela morreu em casa, ao lado do marido. A comoção foi grande, já que, na Inglaterra, 22 de março de 2009 caiu no Dia das Mães. Nesse ano, houve um amento entre as mulheres inglesas do número de exames realizados capazes de detectar o câncer cervical.

10. Após a morte de Jade, um documentário sobre sua vida foi lançado. Além de mostrar a luta da celebridade contra a doença, a gravação também alertava para os perigos do tipo específico de câncer que matou Jade - o cervical.

Livro ensina como se tornar "a mulher irresistível".