10 mulheres no volante

1. A francesa madame Laumeillé é a primeira pilota que se tem notícia. Ela disputou uma prova entre Marselha e Nice, em 1898, e venceu a primeira etapa. Na segunda, ficou em quarto lugar. Seu marido foi o sexto colocado.

2. Maria Teresa Filippis foi a primeira mulher a disputar uma corrida de Fórmula 1. A italiana competiu no Mundial de 1958.

3. A primeira a pontuar numa corrida de Fórmula 1 foi a também italiana Lella Lombardi. No Grande Prêmio da Espanha, em 1975, ela correu pela equipe Mach, e conquistou meio ponto. Na ocasião, a corrida foi interrompida por um acidente na 29ª volta, e os competidores ganharam metade de suas pontuações.

4. A inglesa Divina Galica tentou, em vão, disputar o GP da Inglaterra de Fórmula 1 em 1976. O que atrapalhou sua classificação foi o carro usado pela pilota: um velho e despreparado Surtees TS16.

5. A sul-africana Desiré Wilson se destacou na década de 1980 ao vencer o torneio inglês Aurora AFX, disputado com carros da Fórmula 1. Ela foi a única mulher da história a vencer uma prova de Fórmula 1. Desiré também competiu pela Fórmula Indy, de 1983 a 1986.

6. A italiana Giovanna Amati tentou, em 1992, se classificar três vezes para a Fórmula 1, mas acabou sendo substituída por um então novato chamado Damon Hill.

7. Arlene Hiss foi, em 1976, a primeira mulher a disputar uma corrida da Fórmula Indy. Ela tinha 35 anos, e era professora em uma escola.

8. A pilota Sarah Fischer ficou de 1999 a 2004 na Fórmula Indy. Entre 2004 e 2006, disputou duas temporadas da Nascar e voltou para a Indy em 2006.

9. A primeira mulher a vencer uma corrida de Fórmula Indy foi a norte-americana Danica Sue Patrick, em 20 de abril de 2008, no GP de Motegi, Japão. Ela, que correu na categoria de 2005 a 2011, foi também a primeira mulher a liderar as 500 Milhas de Indianápolis. Na ocasião, ficou em quarto lugar. Mesmo sem subir ao pódio, a asa dianteira do seu carro foi leiloada por 5 mil dólares na internet. Em 2012 ela se mudou para a Nascar, participando da temporada completa da Sprint Cup (categoria principal) em 2013. Danica foi a primeira mulher a conseguir a pole position das 500 milhas de Daytona - principal prova da Nascar - nesse mesmo ano.

10. Bia Figueiredo foi a primeira pilota brasileira a correr numa categoria de elite do automobilismo. Ela estreou na Fórmula Indy em 2010. Bia foi, em 2012, a primeira mulher brasileira a competir em um campeonato integral da Fórmula Indy e a participar de uma prova das 500 Milhas de Indianápolis.