10 curiosidades sobre o ciúme

1. Definir o ciúme é tão difícil que médicos, cientistas e psicólogos disparam diferentes teorias a respeito. Alguns cientistas dizem, por exemplo, que a raiz do ciúme é a falta da serotonina, o hormônio ligado à auto-estima. "Para mim, é o medo de perder a pessoa amada", aponta a terapeuta Albangela Machado. Segundo ela, o ciúme se manifesta mais quando surge uma ameaça concreta à relação. Isso acontece, por exemplo, quando o parceiro consegue um emprego em outra cidade e é obrigado a se mudar.

2. Já a sexóloga Sandra Baptista acha que ele tem mais a ver com fatores sócio-culturais. "O ciúme também depende da criação ou do fato de a pessoa ter sofrido, por exemplo, uma traição", diz ela. Por incrível que pareça, ele pode ser usado de forma positiva, desde que não seja nem de mais nem de menos. "Na dose certa, o ciúme ajuda a fortalecer o vínculo", diz o psicólogo Ailton Amélio. "Caso contrário, ele pode se tornar o lado negro do amor."

3. O ciúme não é privilégio do homem moderno. Desde os tempos bíblicos, há registros de homens e mulheres que perderam os nervos devido a esse sentimento.

4. É tampouco privilégio dos seres humanos! Pesquisas diversas já demostraram a presença de ciúmes em animais domésticos e selvagens, como chimpanzés e elefantes.

5. Um caso histórico de ciúmes é o de David, segundo rei de Israel. Até ele triunfar na batalha contra os filisteus e contra o lendário Golias, o Rei Saul era seu amigo. Depois dessas vitórias, Saul expulsou David do país, devido a uma crise de ciúmes. Isso não impediu, no entanto, que, mais tarde, David herdasse o trono de Israel e construísse um poderoso império.

6. Segundo a mitologia grega, a deusa Hera, mulher de Zeus, expressou seu ciúme de forma um tanto doentia. Em vez de confrontar o marido, ela vingou todas as suas amantes e as crianças frutos de seus relacionamentos.

7. Um erro comum é confundir o ciúme com a inveja. O sentimento de inveja significa desejar algo que outra pessoa tem, como um carro ou uma casa. O ciúme, por outro lado, pode ser definido como o medo de perder algo (o namorado, um cargo profissional, um amigo) para outra pessoa.

8. Muitos dizem que as mulheres são mais ciumentas do que os homens. Isso não é verdade: o ciúme atinge homens e mulheres na mesma proporção. A diferença é que as mulheres costumam expor seus sentimentos, enquanto os homens preferem guardá-los para si. 

9. Um estudo publicado na revista Evolution and Human Behaviour revelou que homens altos têm menos ciúmes que homens baixos. Isso teria a ver com a auto-estima desses homens, que costumam ter mais sucesso na conquista amorosa do que os baixinhos. 

10. Otelo, protagonista da peça Hamlet, de William Shakespeare, é um dos ícones do ciúme. Na peça, o personagem passa a acreditar que está sendo traído pela esposa, depois de ser manipulado por seu melhor amigo, Iago. Uma das frases que Iago repete a Otelo é "O ciúme é um monstro de olhos verdes, que zomba da carne de que se alimenta". Por isso, a expressão "verde de ciúmes".