10 curiosidades sobre a invenção do avião

1. O 14-Bis, uma engenhoca de bambu revestida de linho, tinha 12 metros de envergadura e 10 metros de comprimento, com uma hélice instalada na ré e um motor Antoinette de 50 cavalos. No dia 23 de outubro de 1906, depois de uma corrida de 100 metros, ele levantou voo diante de uma comissão do Aeroclube da França. O conjunto pesava 160 quilos. Foi um voo de 60 metros, a uma altura de 2 a 3 metros (depois, o avião desabou desajeitadamente no chão), sobre os campos de Bagatelle, em Paris. Deslumbrados, os membros da comissão esqueceram de cronometrar o tempo de voo. O brasileiro Alberto Santos-Dumont (1873-1932) precisou repetir a proeza. No dia 12 de novembro, ele voou 220 metros a uma altura de 4 metros durante 21 segundos. O avião recebeu esse nome porque, para testar seu equilíbrio, em julho de 1906, Santos-Dumont tinha o acoplado ao balão nº 14.

2. Quando leu, ainda na infância, A volta ao mundo em oitenta dias, de Júlio Verne, Santos-Dumont sonhou em voar. Em 1897, ele subiria pela primeira vez num balão, em Paris. Gostou tanto da experiência que projetou e encomendou seu próprio balão, batizado de "Brasil". Sua ideia, a partir de então, era combinar um balão com motor a explosão e conduzir o aparelho, em vez de deixar que o vento o levasse. Aperfeiçoou um pequeno motor a gasolina e o instalou no novo balão em forma de charuto, o SD-1. Em 18 de setembro de 1898, ele tentou subir com o balão contra o vento e bateu nas árvores. Seguiram-se outros balões, cada um com uma inovação. O SD-5 explodiu ao colidir contra um telhado, mas o brasileiro escapou ileso. Só o SD-8 jamais existiu. Supersticioso, Santos Dumont abominava o número 8 e as notas de 50 francos. Para abrigar seu invento, Santos-Dumont construiu em St. Cloud, na periferia de Paris, um enorme galpão. Era o primeiro hangar da história da aviação.

3. Depois de algumas experiências com o SD-15, com o qual pretendia vencer uma prova de voo de 1 quilômetro em circuito fechado, Santos-Dumont construiu seu terceiro e último avião, o Demoiselle (senhorita, em francês), o primeiro monoplano. Era oito vezes menor que o 14-Bis e pesava 120 quilos, incluindo também o piloto. Com esse avião, ele se divertiu pousando nos parques dos castelos e casas de campo.

4. O brasileiro Santos-Dumont pode ter inventado o avião, mas não foi ele que fez o primeiro voo brasileiro. Mais de dois anos depois do lançamento do 14-Bis, o inventor espanhol Dimitri Sensaud de Lavaud guiou o avião São Paulo em Osasco (SP), naquele que viria a ser o primeiro voo no Brasil. O feito aconteceu na manhã do dia 7 de janeiro de 1910. Lavaud percorreu 103 metros de distância, a uma altura que variou entre 2 e 4 metros, durante 6 segundos. Filho de uma russa e um francês, Dimitri Lavaud construiu o avião São Paulo após ler livros técnicos. O veículo, que ficou pronto no final de 1909, media 10,2 metros de comprimento por 10 de envergadura.

5. O primeiro avião com banheiro foi o russo Russky Vitiaz, projetado por Igor Sikorski e testado em 13 de maio de 1913. Mas a primeira linha regular com toilete a bordo foi entre Londres e Paris, num avião Handley Page W.8., inaugurada em dezembro de 1919.

6. Em 1957, foi realizada a última viagem de avião de uma linha aérea sem escalas. O abastecimento das aeronaves era feito em pleno voo por aviões-tanque.

7. O avião supersônico Tupolev-144 foi, em 1975, o primeiro do gênero no mundo a ter uma rota regular. Levava mensagens de Moscou ao Cazaquistão.

8. O EMB 202 Ipanema, idealizado no Brasil, foi lançado pela Embraer em 2002. Trata-se de um monoplano dotado de um propulsor movido a álcool.

9. O Concorde, único modelo de avião supersônico do mundo, realizou sua última viagem em 2003. O voo partiu de Nova York (EUA) com destino a Londres (Inglaterra) e tinha a bordo celebridades como a atriz Joan Collins e o apresentador David Frost. A aeronave, criada em 1962, atingia o dobro da velocidade do som e 18 mil metros de altitude.

10. O A380 da Airbus, o maior avião do mundo (73 metros de comprimento, 80 metros de envergadura e 24 metros de altura), fez seu voo inaugural em 2005. Ele comporta 850 passageiros.