Atletas que

  • A tenista Martina Navratilova assumiu em 1978 seu relacionamento com a escritora Rita Mae Bronw. 
     
  • Em 1981, a tenista norte-americana Billie Jean King confessou ter um caso com sua secretária desde 1971.
     
  • O jogador de futebol Justin Fashanu, da equipe Nottingham Forest, da Inglaterra, assumiu que era gay em 1990, quando sua carreira já estava em declínio. Com a revelação, sentiu o preconceito e perdeu a confiança dos colegas de equipe. Suicidou-se em 1998. 

     
  • Em 1999, o jogador de vôlei Luiz Cláudio Alves da Silva, mais conhecido como Lilico, assumiu sua homossexualidade e declarou: "Tenho orgulho de ser negro e gay". Sua carreira seguiu normalmente. Fora das quadras, morreu vítima de um derrame em 13 de janeiro de 2007.
     
  • A tenista francesa Amelie Mauresmo apareceu acompanhada de uma namorada no Aberto da Austrália de 1999.
     
  • Esera Tualo, jogador da NFL, liga de futebol americano dos Estados Unidos, afirmou, em 2002, que se aposentou cedo do esporte por não se sentir bem tendo que esconder sua opção sexual. 
     
  • John Amaechi, jogador inglês da NBA, assumiu em 2007 que era homossexual em sua autobiografia, intitulada "Man in the Middle". Foi o primeiro caso de homossexualidade declarada na principal liga do basquete americano.
  • O jogador de rúgbi galês Gareth Tomas saiu do armário em 2009. Quando assumiu publicamente a homossexualidade, disse não querer ficar conhecido como um jogador gay. "Acima de tudo, sou um homem", desabafou.
     
  • Em 2011, Steve Davies tornou-se o primeiro jogador inglês de críquete a assumir a homossexualidade. O atleta, que tinha 24 anos, disse sentir-se aliviado com a revelação. O então técnico da seleção inglesa, Andy Fowler, já sabia de sua opção sexual.
     
  • Em 2015, o jogador do time de baseball Milwaukee Brewers , David Denson,  se tornou o primeiro jogador da principal liga de baseball dos EUA a assumir sua homosexualidade. Seus colegas de time o apoiaram na decisão.