Daiane dos Santos

  • Daiane Garcia dos Santos nasceu no dia 10 de fevereiro de 1983, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Ela foi descoberta aos 11 anos pela técnica Cleusa de Paula, que a viu dançando e fazendo bagunça em uma praça.
     
  • Seu pai era monitor da Fundação de Proteção Especial (Febem) e sua mãe trabalhava como cozinheira.
     
  • Daiane ganhou sua primeira medalha de ouro em um torneio em Canberra, Austrália, em 1998. No ano seguinte, a atleta conquistou duas medalhas de bronze e uma de prata no Pan-Americano de Winnipeg, Canadá.
     
  • Durante o Campeonato Mundial de Anaheim, Estados Unidos, ela conquistou a medalha de ouro nos exercícios de solo com dois movimentos de sua autoria: um duplo twist esticado e um duplo twist carpado. Esse último, que recebeu nota Super E (grau máximo de dificuldade), foi batizado pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) com o nome "Dos Santos".
     
  • O jornal "Folha de S. Paulo" realizou uma pesquisa em 2003 que a elegeu a Melhor Atleta Brasileira do Ano.
     
  • Ela dedica pelo menos sete horas diárias à ginástica artística, entre treinos e fisioterapia.
     
  • Ela ficou em quinto lugar na prova de solo dos Jogos Olímpicos de 2004, disputados em Atenas.
     
  • A atleta sofreu uma operação para retirada de uma cartilagem no joelho em junho de 2004. "Às vezes não consigo nem andar direito", disse um tempo depois de ter realizado a cirurgia.
     
  • Em 10 de abril de 2005, na etapa brasileira da Copa do Mundo de Ginástica Olímpica, houve um problema técnico e a música com a qual Daiane apresentava sua coreografia na prova do solo foi interrompida. Mesmo assim, ela realizou a sequência até o final, acompanhada apenas pelas palmas do público. Valeu a pena: ela levou a medalha de ouro no aparelho com a nota 9,5. A competição ocorreu no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.
     
  • Daiane recebeu, em 2005, uma proposta da revista masculina Playboy para posar nua. Ela recusou de cara o convite, mas depois, em uma entrevista ao site UOL, admitiu que toparia realizar o ensaio quando parasse de competir.
     
  • Em 2006, na etapa de Moscou, Rússia, da Copa do Mundo de Ginástica, Daiane ficou com o ouro no solo. Consagrada com a música "Brasileirinho", dessa vez a ginasta se apresentou ao som de "Isto Aqui o Que é?", de Ari Barroso.
     
  • Apesar de ser uma das grandes esperanças de medalha nos Jogos Pan-americanas do Rio, em 2007, Daiane não participou nas melhores condições físicas por causa de uma lesão no tornozelo direito. Mesmo assim, ganhou a medalha de prata por equipes, com o Brasil.
     
  • No dia 30 de outubro de 2009, a Federação Internacional de Ginástica (FIG) divulgou uma nota segundo a qual o resultado de um teste anti-doping feito por Daiane em julho do mesmo ano havia dado positivo. Na amostra da atleta foi encontrada a substância diurética furosemida, que costuma ser usada para mascarar anabolizantes.

Livro apresenta curiosidades sobre os Jogos Olímpicos.