10 curiosidades sobre Maguila

1. O lutador sergipano Adílson Rodrigues, 1,85 metro, ganhou esse apelido por sua semelhança com o personagem do desenho animado Maguila, o Gorila. a primeira luta como profissional foi disputada em 4 de fevereiro de 1983. Maguila derrotou o adversário José Tavares por nocaute no terceiro assalto. Cinco meses depois, em 2 de julho, ele conquistou o título brasileiro, ao derrubar Valdemar Paulino no primeiro round.

2. Em cada treino, Maguila perdia três quilos.

3. Maguila teve dezenove irmãos.

4. No auge da carreira, seus bíceps tinham 38 centímetros de diâmetro, quase tão grossos quanto as pernas de 40 centímetros.

5. Aos 13 anos, a professora mandou-o escrever na lousa e ele não quis ir. Ela bateu com a palmatória no seu braço. Maguila reagiu: deu-lhe um soco de direita e a professora caiu. Estava no quarto ano e acabou expulso do colégio. 

6. Antes de ser lutador, Maguila trabalhou em São Paulo com pedreiro, leão-de-chácara de uma boate e segurança de um motel.

7. Em maio de 1984, Mike "Giant" White desembarcou no Brasil para enfrentar Maguila e levou a maior surra. Antes de voltar, no entanto, revelou que, na verdade, ele era jogador de basquete. Graças a seus 2,07 metros, Mike acabou ganhando um lugar no time de basquete do Corinthians. Em pouco tempo, mostrou que não era nem uma coisa nem outra. Ao ser mandado embora, uma nova surpresa: ele disse que também pegava bem no gol.

8. No dia 22 de agosto de 1995, Maguila tornou-se o primeiro brasileiro campeão mundial peso pesado. O título era da inexpressiva Federação Mundial de Boxe (WBF), uma das dezenas de entidades que representam a categoria. Maguila, 37 anos, derrotou por pontos o inglês Johnny Nelson, em Osasco, na Grande São Paulo.

9. O excesso de entidades que organizam o boxe mundial possibilita que outros lutadores de menor categoria consigam recuperar o título perdido. As organizações mais conceituadas são o Conselho Mundial de Boxe (CMB), a Associação Mundial de Boxe (AMB) e a Federação Internacional de Boxe (FIB). Na relação, aparecem duas de menor expressão: a Organização Mundial de Boxe (OMB) e a Federação Mundial de Boxe (WBF).

10. Em 2011, Maguila revelou ao jornal Diário de São Paulo que tinha sido diagnosticado com mal de Alzheimer havia dois anos. A doença degenerativa não tem cura, e seu sintoma mais comum é a perda da memória. O boxeador se recusou a iniciar o tratamento, pois afirmou não ter nenhum sintoma da doença.