Sítio do Pica-pau Amarelo

1. Em 1920, o escritor Monteiro Lobato publicou "A menina do Narizinho Arrebitado" e depois "Reinações de Narizinho". Baseado nessas obras, o programa "Sítio do Picapau Amarelo" surgiu na TV Tupi em julho de 1951 e foi apresentado ao vivo até outubro de 1964. Foram 360 episódios de 40 minutos sem intervalos, exibidos às 19h00 das quartas-feiras.

2. A escritora Tatiana Belinky adaptava os textos e com o marido, Júlio Gouveia, produzia os programas. Para uma cena de "No Reino das Águas Claras", ela conta que pôs o aquário de sua casa diante da câmera para os atores serem vistos cercados de peixinhos.

3.
Ainda com Tatiana na produção, entre março de 1968 e maio de 1969 o programa foi exibido às 18h30 diariamente pela TV Bandeirantes.

4.
Em março de 1977 a Rede Globo passou a apresentar o Sítio. A série era filmada num sítio de verdade, localizado em Barra de Guaratiba, no litoral do Rio de Janeiro. Exibido de segunda a sexta às 17h00, ficou no ar até novembro de 1986. Em 1979, o programa recebeu o prêmio de melhor programa do ano da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

5. No dia 12 de outubro de 2001 estreou uma nova versão, também da Globo. As gravações externas são feitas num sítio alugado. O primeiro episódio será No reino das águas claras, que faz parte do livro "Reinações de Narizinho". A data da estréia é uma homenagem ao Dia da Criança, comemorado no mesmo dia.