10 curiosidades sobre o processo de reciclagem

1. Reciclagem é o conjunto de técnicas usadas para aproveitar materiais que já foram utilizados. A prática existe desde os primórdios da história. Os japoneses, por exemplo, utilizavam restos de papel na fabricação de outras folhas em 1031 a.C. No início do século 19, já havia o costume de derreter ferramentas e armas para usar o metal na produção de novos objetos. As fábricas de aço e ferro também sempre utilizaram materiais reciclados. Mas a reciclagem só foi adotada pela população em geral a partir da década de 1970. Nessa época, tomaram força os movimentos pela preservação do planeta, impulsionados principalmente pela primeira crise do petróleo.

2. A grande vantagem de reciclar o vidro é que não há nenhum desperdício durante o processo: 1 quilo de vidro reciclado produz 1 quilo de vidro novo. Além disso, a reciclagem faz com que 1,2 quilo de matéria prima deixe de ser usado. Outra vantagem é que, ao se utilizar os cacos, o tempo de fusão do material cai, reduzindo a quantidade de energia consumida em até 65%. O Brasil só recicla 25% do vidro que consome.

3. O Brasil é o recordista mundial em reciclagem de latas de alumínio. Em 2012, 98% da produção nacional foi reaproveitada. Os números brasileiros batem países industrializados como Japão (92%), Estados Unidos (65%), Inglaterra (65%), Alemanha (64%) e Itália (64%).

4. Cada brasileiro consome 52 latas de alumínio por ano. Cerca de 2 mil sucateiros são responsáveis pelo recolhimento de 50% das latas encaminhadas à indústria da reciclagem. R$ 3.500 é o preço médio pago pela tonelada de latas de alumínio no Brasil, tornando-as o material reciclável mais valioso. Uma tonelada de alumínio equivale a 62 mil latinhas e vale 10 vezes mais do que uma tonelada de papel.

5. Uma lata de bebida leva, em média, 32 a 35 dias para ser comprada no supermercado, consumida, reciclada, transformada em lata nova, envasada, vendida e novamente exposta na prateleira. Para a produção de alumínio reciclado, gasta-se apenas 5% da energia usada no processo primário de fabricação do material. Cada lata reciclada economiza o equivalente ao consumo de um aparelho de TV ligado durante três horas.

6. De todo papel e papelão que circulou no Brasil em 2012, 45% foi reciclado. O país consome 4,6 milhões de toneladas de papel e papelão por ano. 75% do total de papéis circulantes no mercado são recicláveis. 86% do papel destinado à reciclagem é gerado por atividades comerciais e industriais.

7. Reciclar uma tonelada de papel significa poupar 54 árvores de pinus ou 34 eucaliptos com 12 metros de altura.

8. Muito utilizado na fabricação de caixas de produtos, o papel ondulado (ou papelão) é o produto que atualmente mais usa material reciclável no Brasil. Por ano, o país recicla 1,95 milhão de toneladas de papel ondulado. A produção nacional é de 3,4 milhões de toneladas por ano.

9. Uma tonelada de papelão reciclado pode evitar o corte de 10 a 12 árvores provenientes de plantações comerciais reflorestadas. A fabricação de papelão reciclado gasta cerca de 30 vezes menos água do que o processo tradicional e reduz em 50% a energia utilizada.

10. Apenas 21% do total de plástico é reciclado no Brasil. Isso equivale a 950 mil toneladas por ano. O plástico filme representa 29% do total de plásticos separados pelas cidades que fazem coleta seletiva. Em 2012, 57% do total de embalagens PET produzidas no Brasil foi reciclada. O uso de plástico reciclado representa uma economia de 50% de energia.