Meios de transporte

Trem

1. Os primeiros trilhos utilizados para transporte conhecidos são do século XVI. Feitos de madeira e montados nas minas de carvão e ferro em alguns países da Europa, eram puxados ou por homens ou por animais. Quando o inventor inglês Richard Trevithick criou a máquina a vapor, a tração animal foi deixada de lado. Em 1804, um modelo dessa máquina foi colocado sobre rodas em trilhos e puxou um vagão com 9 toneladas de carvão por 15 quilômetros.

2. Em 1825, o inglês George Stephenson construiu a primeira ferrovia pública do mundo. Foram 32 quilômetros ligando Stockton e Darlington, e os trens de carga tinham horários regulares. Cinco anos depois, Stephenson criou outra ferrovia: ligava Liverpool a Manchester. Os 48 quilômetros eram para trens de passageiros.

3. A ferrovia Transiberiana, construída entre 1891 e 1916, com 9 mil quilômetros, é a mais extensa do mundo. 

4. Em 1895, num túnel de 5.600 metros, que fica embaixo da cidade de Baltimore (Estados Unidos), passou o primeiro trem puxado por uma locomotiva elétrica. Era da empresa Baltimore and Ohio Railroad.

5. No Brasil, a primeira estrada de ferro foi inaugurada em 1854. Os 14,5 quilômetros eram percorridos em 23 minutos a uma velocidade média de 38 km/h. A locomotiva que transportava o trem era chamada de Baronesa, numa homenagem à mulher do Barão de Mauá.

6. A Estrada de Ferro D. Pedro II, que originou a Estrada de Ferro Central do Brasil, foi construída em 1855.

7. Em abril de 2007 o trem francês V150 bateu o recorde de velocidade de trens sobre trilho, ele alcançou a marca de 514,8 Km/h.

8. Mas apesar da velocidade impressionante, o campeão ainda é o trem japonês Maglev, que atingiu em 2003 a marca dos 581 km/h.

9. A grande diferença é que o trem japonês não toca os trilhos, ele flutua por ondas magnéticas.

10. Depois de 40 anos de atividade, o primeiro trem-bala do mundo foi desativado no dia 30 de novembro de 2008, no Japão. Chamado de  "Shinkansen - Série Zero", o trem andou pela primeira vez em 1964, durante as Olimpíadas de Tóquio. Símbolo do renascimento japonês no pós-guerra, o trem era capaz de atingir 210 km/h - uma velocidade impressionante para a época.