Curiosidades sobre 5 monumentos

  1. Empire State Building
    Empire State Building, em Nova York (EUA), foi construído em apenas 14 meses e inaugurado em 1º de maio de 1931. Só teve todas as suas salas alugadas 10 anos depois. Mede 381 metros de altura. Com a antena de TV , instalada depois, são 448 metros.

    No total, são 10 milhões de tijolos, 6.500 janelas e 73 elevadores. As escadas entre o térreo e o último andar têm 1.860 degraus. Cerca de 2,5 milhões de visitantes passam por seu observatório todos os anos. Com 443 metros, o Sears Towers, construído em 1974, é 26 metros mais alto do que o Empire State.
     
  2. Big Ben
    Os ponteiros do relógio mais famoso da Inglaterra começaram a funcionar no dia 31 de maio de 1859. Os ponteiros medem 2,7 metros (o das horas) e 4,3 metros (minutos). A torre do relógio tem 96 metros.  

    O relógio fica na Torre de St. Stephen, no Palácio de Westminter, sede do Parlamento Britânico, em Londres. Na base de cada uma de suas quatro faces, há a inscrição em latim "Domine Salvam Fac Reginam Nostram Victoriam Primam", que significa "Deus salve a nossa rainha Vitória I". 

    Durante a Segunda Guerra Mundial, duas de suas quatro faces foram danificadas por um bombardeio alemão. O ano de 1962 chegou a Londres 10 minutos atrasado. Naquela virada de ano, o toque do Big Ben atrasou 10 minutos devido à neve que entrou em seu maquinário.

    O Big Ben ficou 10 meses parado, entre 1976 e 1977. O motivo? A dificuldade de reposição das peças quebradas do relógio. Em 2005, parou duas vezes no mesmo dia por causa do calor. No mesmo ano, ficou 33 horas desativado para manutenção.
     
  3. Chichen Itza
    A cidade Maia de Chichen Itza fica no estado mexicano de Yucatán. Arqueólogos acreditam que ela foi construída entre 435 e 455. O local funcionava como centro político e econômico da nação Maia. Lá viviam nobres e estudiosos. Cichen Itza quer dizer "perto do poço dos itzáes". Uma das maiores atrações do local é a pirâmide Kukulcán. No equinócio de primavera, a luz do sol passa através de fendas na pirâmide e projeta a imagem de uma serpente nas escadarias do templo.No dia 7 de julho de 2007, a pirâmide de Itza ficou em quinto lugar na eleição das novas 7 Maravilhas do Mundo.

    A pirâmide tem 91 degraus em cada um de seus quatro lados. Somando os degraus de cada lado com a plataforma final, são 365 degraus. Ou seja, um para cada dia do ano!
     
  4. Torre de Pisa 
    A famosa Torre de Pisa foi idealizada pelo arquiteto Bonanno Pisano em 1173. O monumento era uma homenagem à glória da cidade de Pisa (Itália), que na época despontava como um grande centro comercial.

    Logo após o início de sua construção, descobriu-se que o solo do local onde estava sendo erguida era fraco. A obra começou a tombar em 1274, ao atingir o 3º andar.

    Foi finalizada em 1301 e inaugurada em 1360. Nessa época, tinha uma inclinação de 1,40 metro. Ela pesa 14453 toneladas, que se apóiam em uma base de 19,6 metros de diâmetro e 3 metros de profundidade.

    Seriam necessárias 2.800 pizzas empilhadas para atingir os 58,5 metros de altura da Torre, divididos em 8 andares. Destes, 6 possuem arcadas de mármore que se organizam em torno do eixo central.

    Em 1990, a inclinação do monumento atingiu níveis críticos. Isso obrigou às autoridades a interditá-lo para uma reforma que durou 12 anos. A obra corrigiu o desnível em 40,6 centímetros, trazendo a torre para a posição em que estava em 1700. Isto aumentou a sobrevida da Torre em 230 anos (antes a expectativa era que ficasse de pé por mais 20 anos).

    Até ser interditada, 1 milhão de pessoas formavam fila para subir os 239 andares que levam ao topo do prédio. Com a reforma, restringiu-se o número de visitantes a 360 pessoas por dia, em grupos de 30 e permanência de no máximo 40 minutos.
     
  5. Monumento de Petra
    A cidade de Petra fica na Jordânia, no Golfo de Aqaba, na divisa com Israel. O local começou a ser povoado em 1200 a.C. pela tribo dos Edomitas, ou Edom. Em 600 a.C. a região foi tomada pela tribo árabe dos Nebateus e os edomitas tiveram que migrar para o Sul da Palestina. Nessa época os Nabateus começaram a construir a cidade, que mais tarde seria batizada como Petra, que em grego que dizer "pedra". A tribo esculpiu os grandes rochedos do desfiladeiro e criaram enormes monumentos na pedra avermelhada. O principal monumento, a Câmara do Tesouro (ou Al Khazneh, em árabe), tem a imagem da deusa da fertilidade de Petra, El-Uzza, além de várias divindades e mitos dos Nabateus, como figuras eqüestres, amazonas e cabeças de Medusa, esculpidos em sua fachada. Outro monumento famoso é o Mosteiro, dedicado ao rei Obodas I, morto em 86 a.C. Em 7 de Julho de 2007, o monumento foi eleito, em segundo lugar, como uma das novas 7 Maravilhas do Mundo.

    O local também é conhecido como "cidade cor-de-rosa". Em 63 a.C. Petra foi conquistada por tropas romanas.

    No ano 363 houve um grande terremoto que quase destruiu a cidade inteira. Depois desta catástrofe Petra passou por uma "reforma" romana que modificou o "visual" de alguns prédios. A cidade se recuperou. Mas, em 551, outro terremoto, ainda maior que o primeiro, deixou o lugar em ruínas e a cidade foi abandonada.

    Em 1812, atraído pelas lendas de uma cidade esquecida entre as montanhas, o explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt redescobriu a cidade. Em 1904 os arqueólogos Ernst Brünnow e Alfred von Domaszewski publicaram o primeiro estudo cinetífico sobre a cidade.