10 curiosidades sobre Dom Pedro II

1. Foi o primeiro monarca brasileiro. Ele nasceu às 2h30 da madrugada de 2 de dezembro de 1825, no Rio de Janeiro. Media 58 centímetros. Ficou órfão de mãe com apenas um ano, órfão de pai aos 10 e virou imperador aos 14.

2. Ganhou um nome um pouquinho menor do que o de seu pai: Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Miguel Gabriel Rafael Gonzaga.

3. Após a morte de sua mãe, Pedro passou a receber os cuidados de Marianna Carlota de Verna Magalhães, suíça que tinha sido sua ama-de-leite. O garoto a apelidou de Dadama.

4. Ninguém ficou tanto tempo no poder quanto Pedro II. Ele reinou de 1840 a 1889. Quem chegou mais perto foi o presidente Getúlio Vargas, com 18 anos.

5. Quando d. Pedro I abdicou o trono brasileiro para seu filho, ainda criança, o Brasil foi governado pela chamada Regência Trina, composta por Bráulio Muniz, Costa Carvalho e Francisco de Lima e Silva (pai de Duque de Caxias).

6. A maioridade do príncipe Pedro II gerou uma grave questão política. Em maio de 1840, quando tinha apenas 14 anos, o Senado rejeitou por 18 a 16 votos a antecipação de sua maioridade, afinal decretada em julho do mesmo ano.

7. As pedras preciosas da coroa de Pedro I foram usadas na de seu filho. A coroa de Pedro II pesava 1,7 quilo. De ouro cinzelado, era enfeitada com 639 brilhantes de Minas Gerais e 77 pérolas.

8. Como o jovem imperador precisava se casar, de preferência, com alguém da realeza europeia, encontraram uma princesa disponível em Nápoles. D. Pedro ficou radiante com o retrato da jovem Teresa Cristina, mas teve de esperar mais de um ano até a sua chegada, no dia 3 de setembro de 1843. Aos 17 anos, Pedro estava louco para conhecer a mulher com quem já se casara por procuração. Às 6 horas da tarde, o navio aportou com a princesa na Baía de Guanabara. Segundo o protocolo, ela só desembarcaria no dia seguinte, mas d. Pedro resolveu subir no barco na mesma noite. Teresa Cristina fora avisada às pressas e já estava no convés quando o imperador chegou. Foi a maior decepção para Pedro. Ela era baixa (quase uma anã), gorda e mancava. D. Pedro fez um cumprimento de boas vindas, disse "até amanhã" e voltou para o palácio.

9. O casal teve quatro filhos: Afonso, Isabel, Leopoldina e Pedro. O nome da Princesa Isabel era mais curtinho: Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança. A Condessa de Barral foi amante de Dom Pedro II.

10. Em 1876, o imperador fez uma viagem de um ano e meio para o Oriente Médio. Os jornalistas da época falavam que ele tinha a "doença da mala".