10 curiosidades sobre Juscelino Kubitschek

1. O apelido de infância de Juscelino era Nonô.

2. Ele tinha um café da manhã pouco convencional: filé bem passado, leite, café, mel, pão e manteiga. Seu prato preferido era Chico Angu (frango com quiabo e angu de fubá).

3. Outra de suas manias era tirar os sapatos em qualquer reunião ou encontro em que estivesse sentado.

4. O slogan de seu governo era "50 anos em 5". JK falou pela primeira vez em construir a capital no Planalto Central num discurso na cidade goiana de Jataí, em 4 de abril de 1955, durante a sua campanha. As obras foram iniciadas em fevereiro de 1957, num regime de trabalho ininterrupto.

5. Em 1970, descobriu que tinha câncer na próstata. Como já havia feito ao sofrer um infarto quando ocupava a Presidência, escondeu a doença de todos e foi se tratar em Nova York. Ali, passou por uma cirurgia que o deixou impotente. Em 1975, descobriu que a operação não fora tão bem-sucedida quanto imaginava. O câncer havia se espalhado por outros órgãos.

6. Juscelino morreu às 18 horas do domingo 22 de agosto de 1976. Ele ia de São Paulo para o Rio de Janeiro pela Via Dutra, em seu Opala verde metálico, dirigido por Geraldo Ribeiro, seu motorista havia 36 anos. Na altura do quilômetro 165, o Opala foi fechado por um ônibus, atravessou a pista e bateu de frente contra a lateral de uma carreta. Juscelino e Geraldo morreram na hora.

7. Em 2005, a Rede Globo decidiu produzir uma minissérie sobre a vida do "presidente pé de valsa". Wagner Moura e José Wilker interpretaram o político em fases diferentes de sua vida.

8. Juscelino Kubitschek foi o único presidente de origem cigana no mundo. Sua Mãe, Júlia Kubitschek, era descendente de tchecos e tinha etnia cigana.

9. O ex-presidente jogou futebol amador pelo América de Minas. Ele adorava o esporte, e era torcedor fanático do time mineiro.

10. A música preferida de Juscelino Kubitschek era "Peixe Vivo", de Milton Nascimento. Por isso, ela foi escolhida para ser tocada em seu enterro.