10 novelas com nomes estranhos

 1. “25499 - Ocupado” - 1963
A protagonista da primeira novela da TV brasileira, transmitida pela TV Excelsior, se chamava Emily. Interpretada por Glória Menezes, Emily era uma presidiária que trabalhava como telefonista.  O 2-5499 era, portanto, o número do xilindró.

2. "Os Ossos do Barão" - 1997
A trama gira em torno da vida da família de Antenor, filho do falecido barão de Jaraguá, cujo patrimônio foi todo perdido durante a crise financeira.

3. “Pícara Sonhadora” - 2001
O nome escolhido para a versão nacional era  “Pequena Sonhadora”, mas Silvio Santos fez questão de manter o “Pícara” do original mexicano (“La Pícara Soñadora”). O curioso é que, segundo o dicionário, pícara significa ardilosa, astuta, patife – tanto em português como em espanhol.

4. “Café com Aroma de Mulher” - 2001
A protagonista da trama da novela colombiana era uma apanhadora de café. Aliás, nem o nome dela foi adaptado. Ficou “Gaivota” mesmo, com direito até a uma música especial, interpretada pela cantora country Sandra Porto (“Gaivota que voa longe/Voa tão alto…”). 

5. “Poucas, Poucas Pulgas” - 2003
A novela mexicana infanto-juvenil foi transmitida pelo canal SBT. A produção é uma adaptação da novela "Vovô e eu", de 1992, que gira em torno da amizade do velhinho Julian Montes com duas crianças, Danilo e Alexandra. O nome é uma referência a Tomás, cão inseparável do garoto Danilo.

6. “Alegrifes e Rabujos” - 2004
O SBT traduziu literalmente o título desta novela infantil mexicana. Não pense que só você não as conhece: essas palavras não estão no dicionário da Língua Portuguesa. Ambas foram inventadas pelo personagem Aurélio, milionário morto cujo espírito ainda habita uma mansão ao lado da casa da protagonista Sofia.

7. “Amy, a Menina da Mochila Azul” - 2004
A novela é mais uma produção infantil mexicana traduzida literalmente aqui no Brasil. A trama gira em torno das aventuras da garota Amy, encontrada pelos pais adotivos flutuando em alto mar. Sua marca registrada? Uma mochila azul.

8. "Os Ricos Também Choram" - 2005
A novela exibida pelo SBT foi uma refilmagem de uma produção mexicana. Mais uma vez, o nome original foi mantido. A trama gira em torno das dificuldades de uma garota que, depois da morte do pai fazendeiro, é obrigada a ir morar com a madrasta. Pobre menina rica!

9. “As Tontas Não Vão ao Céu” - 2010
A trama da novela gira em torno da história de Candy, garota que foi abandonada pelo noivo justo no dia de seu casamento. Sentindo-se humilhada, ela decide não ser mais boba, e recomeçar sua vida. Para tanto, finge-se de morta, muda de cidade assume uma nova identidade.

10. "Pedro, o Escamoso" - 2003
A começar pelo título, a novela exibida pela RedeTV era exageradamente cafona. O objetivo era repetir o sucesso de Betty, a Feia, novela mais bem sucedida do mundo. Pedro era um conquistador que conseguia qualquer mulher, menos aquela que amava de verdade.