10 curiosidades sobre a Lei Seca

1. A expressão surgiu nos Estados Unidos, nos anos 20. Nessa época, o país baniu a venda, fabricação e transporte de bebidas alcoólicas.

2. Em 16 de janeiro de 1919 era ratificada a 18ª  Emenda, com a seguinte provisão: "Nenhuma pessoa poderá, na data ou depois da data em que entrar em vigor a 18ª  Emenda à Constituição dos Estados Unidos, fabricar, vender, trocar, transportar, importar, exportar, distribuir, entregar ou possuir qualquer bebida intoxicante, exceto aquelas autorizadas por este ato."

3. A Lei Seca durou 13 anos, 11 meses e 24 dias. A proibição começou às 00h01min de 17 de janeiro de 1920. À meia-noite de 7 de abril de 1933, a cerveja e o vinho retornaram à legalidade. E no dia 5 de dezembro de 1933, os bares dos Estados Unidos voltaram a funcionar a pleno vapor.

4. Os efeitos da experiência foram desastrosos. A fabricação clandestina, sem nenhuma fiscalização, depreciou a qualidade da bebida e, em casos extremos, aleijou e matou milhares de pessoas que ingeriram de óleo de cozinha a água de colônia, de fluido de isqueiro a sucos e xaropes rusticamente fermentados. A distribuição ilegal fez proliferarem os gângsters e a corrupção policial.

5. Um emaranhado de leis cercou a decretação da Lei Seca. Já no século anterior, vários estados americanos proibiam a bebida: o Maine em 1829, Indiana em 1832, a Georgia em 1833. No começo do século XX, ligas anti-alcoólicas faziam campanhas ferozes para o fechamento dos bares. Ironicamente, foi um amigo íntimo da bebida, o escritor e aventureiro Jack London, quem forneceu munição para os movimentos de abstinência. Em 1906, ele publicou o romance John Barleycorn or alcoholic memoirs, um dramático relato sobre a dependência alcoólica, que se tornou uma verdadeira obra de arte. O livro virou filme e arma de propaganda contra a bebida. London, que apreciava os prazeres do copo, morreu três anos antes da Lei Seca. 

6. No Brasil, a expressão pegou depois que a Lei 11.705, de 19 de junho de 2008, foi aprovada. Ela alterou o Código de Trânsito, proibindo motoristas de consumirem quantidade superior a 0,1 mg de álcool por litro de ar expelido no bafômetro.

7. A ingestão de dois copos de cerveja pode aumentar o tempo de reação de 0,75 para quase 2 segundos.

8. O álcool ingerido é absorvido pelas células do corpo humano em cerca de uma hora. Sua completa eliminação, no entanto, leva de 6 a 8 horas.

9. Na Califórnia (Estados Unidos), a Lei Seca no trânsito vale também para os ciclistas. Eles não podem andar pela cidade de bicicleta alcoolizados.

10. Na Suíça, a lei é ainda mais rígida! Se o carona estiver alcoolizado, ele também pode levar uma multa.