10 curiosidades sobre o Vaticano

1. A soberania do Vaticano, o menor país do mundo (0,44 quilômetros quadrados), foi dada pelo tratado de Latrão, em 11 de fevereiro de 1929. As terras tinham sido doadas no ano de 756 por Pepino, o Breve, rei dos francos. O Vaticano é menor do que a embaixada dos Estados Unidos no Iraque. É o único país que não tem nenhuma avenida, apenas ruas.

2. O país é governado pelo Papa, que pode criar e promulgar leis sem ter que consultar ninguém.

3. Para telefonar para o Vaticano, o código é 379. Os sites criados por lá, têm final ".va".

4. O palácio em que reside o papa tem 5 mil quartos, 200 salas de espera, 22 pátios, 100 gabinetes de leitura, 300 banheiros e dezenas de outras dependências destinadas a recepções diplomáticas. A informação é do livro "Rome", do pesquisador Nicola Barber.

5. Guarda Suíça é o nome que recebe o grupo de soldados contratados para proteger o papa. O exército foi criado no ano de 506. Para integrar essa guarda, é preciso ser homem, ter entre 19 e 30 anos, ter pelo menos 1,74 metro e ter nascido na Suíça.

6. Cerca de 4,5 milhões de pessoas visitam os museus do Vaticano todos os anos.

7. Desde 2008, padres e arcebispos têm de bater ponto obrigatoriamente, com um cartão eletrônico, cada vez que entram ou saem do Vaticano. 

8. O Vaticano tem a taxa criminal mais alta do mundo! Isso é explicado pelo tamanho da população do país (496 habitantes), já que a taxa é calculada dividindo-se o número de ocorrências pelo número de habitantes. A maioria dos crimes, no entanto, é praticada por turistas. O país, por sinal, é o que tem a maior taxa de visitações do mundo.

9. O dia da eleição do papa em exercício é considerado feriado nacional no Vaticano. De 2005 a 2012, quando Bento XVI estava no comando, o feriado era dia 19 de abril.

10. O Vaticano é o único país que não tem uma língua oficial. Muitos documentos são escritos em italiano, mas não há nenhuma lei que obrigue o uso do idioma.

Livro mostra um dos principais pontos turísticos ligados à fé cristã.