10 orixás

Os orixás são os deuses do candomblé, religião trazida ao Brasil pelos iorubás. No tempo da escravidão, muitos membros dessa tribo africana foram capturados para trabalhar nas fazendas do país. Hoje, um em cada cem brasileiros adora orixás e freqüenta terreiros de candomblé e de umbanda. Conheça 10 orixás:

1. Abaluaê
Também chamado de Omolu, é o deus da peste e das doenças contagiosas. É o orixá das pessoas que parecem estar sempre sofrendo. 

Elemento: terra
Personalidade: tímido e vingativo
Símbolo: xaxará (feixe de palha e búzios)
Dia da semana: segunda-feira
Colar: vermelho e preto / vermelho, branco e preto
Roupa: vermelha e preta, coberta por palha
Sacrifício: gato, pato, bode ou porco
Oferendas: pipoca, feijão preto, farofa, milho, dendê

2. Exu
Orixá mensageiro entre o homem e os deuses, guardião da porta da rua, das esquinas e das encruzilhadas. Todas as cerimônias começam com uma oração a ele.

Elemento: fogo
Personalidade: atrevido e agressivo
Símbolo: ogó (bastão adornado com cabeça e búzios)
Dia da semana: segunda-feira
Colar: vermelho e preto
Roupa: vermelha e preta
Sacrifício: bode ou galo preto
Oferendas: feijão preto, farofa, pimenta, dendê, inhame, charutos, mel, água, aguardente

3. Iansã
Também chamada de Oiá, é a deusa dos ventos e tempestades, senhora dos raios e único orixá capaz de enfrentar os eguns (espíritos dos mortos). Iinquieta e volumosa, ela deu origem à palavra "assanhada". Apesar de muito ciumenta, sente-se atraída por romances extraconjugais. É uma das mulheres de Xangô, mas não rompeu totalmente os laços com seu ex-marido Ogum.

Elemento: fogo
Personalidade: impulsiva e imprevisível
Símbolo: espada e rabo de cavalo (símbolos da realeza)
Dia da semana: quarta-feira
Colar: vermelho / marrom escuro
Roupa: vermelha
Sacrifício: cabra ou galinha
Oferendas: feijão preto, milho, arroz, acarajé (cuidado: ela detesta abóbora!)

4. Iemanjá
É a entidade feminina mais respeitada do candomblé. Deusa dos mares e oceanos, recebe muitas oferendas no seu dia, 2 de fevereiro, que são lançadas ao mar. Mãe de todos os orixás, é representada com seios volumosos, que simbolizam a maternidade e a fecundidade. Também pode ser chamada de Janaína, Princesa do Mar, Sereia do Mar, Sereia Oloxum, Rainha do Mar e Dadalunda.

Elemento: água
Personalidade: maternal e tranquila
Símbolo: leque e espada
Dia da semana: sábado
Colar: transparente / verde / azul claro
Roupa: branca e azul
Sacrifício: porco, cabra ou galinha
Oferendas: peixes de água salgada, arroz, milho, camarão

5. Ogum
Deus da guerra, do fogo e da tecnologia. No Brasil, é conhecido como deus guerreiro. Sabe trabalhar com metal. É filho de Iemanjá e irmão de Exu.

Elemento: ferro
Personalidade: impaciente, obstinado, conquistador, volúvel
Símbolo: espada prateada
Dia da semana: terça-feira
Colar: azul marinho
Roupa: azul / verde escuro / vermelho / amarelo
Sacrifício: galo ou bode marrom
Oferendas: feijoada, xinxim, acarajé, ihname

6. Oxalá
Deusa da criação, é o orixá que criou os homens. Obstinado e independente, é representado de duas maneiras: Oxaguiã, jovem, e Oxalufã, velho.

Elemento: ar
Personalidade: equilibrado, tolerante
Símbolo: oparoxó (cajado de alumínio com adornos)
Dia da semana: sexta-feira
Colar: branco
Roupa: branca
Sacrifício: cabra, galinha, pomba, pata, caracol
Oferendas: arroz, milho, ihname

7. Oxóssi
Deus da caça, da fartura e da colheita, está sempre descobrindo algo novo. Também conhecido como Odé, é o grande patrono do candomblé brasileiro.

Elemento: florestas
Personalidade: intuitivo, emotivo
Símbolo: rabo de cavalo e chifre de boi
Dia da semana: quinta-feira
Colar: azul claro
Roupa: azul clara / verde clara
Sacrifício: galo vermelho, bode marrom, porco
Oferendas: milho, peixe, arroz, feijão, abóbora

8. Oxum
Deus das águas (rios, fontes e lagos), do ouro, da fecundidade, do jogo de búzios e do amor. Vaidosa, anda sempre com um espelho para ficar se observando. As mulheres de Oxum aprecisam joias e roupas caras, e são graciosas e elegantes.

Elemento: água
Personalidade: maternal, tranquila
Símbolo: abebê (leque espelhado)
Dia da semana: sábado
Colar: amarelo ouro
Roupa: amarela
Sacrifício: cabra, galinha, pomba
Oferendas: milho, peixe de água doce, xinxim, ovos

9. Oxumaré
Deus da chuva e do arco-íris. É, ao mesmo tempo, de natureza masculina e feminina. Transporta a água entre o céu (orum) e a terra (aiê). Filho de Nanã, passa metade do ano na forma masculina e a outra metade na feminina, quando passa a se chamar Bessém.

Elemento: água
Personalidade: sensível, tranquilo
Símbolo: cobra de metal
Dia da semana: quinta-feira
Colar: amarelo e verde
Roupa: azul claro / verde claro
Sacrifício: bode, galo, tatu
Oferendas: milho, acarajé, coco, mel, inhame, feijão

10. Xangô
Deus do fogo e do trovão, diz a tradição que foi rei de Oyó, cidade da Nigéria. É viril, conquistador, violento e justiceiro. Roubou a sensual orixá Iansã de Ogum, seu marido. Encanta-se facilmente pelo sexo oposto. Castiga os mentirosos e protege advogados e juízes.

Elemento: fogo
Personalidade: atrevido, prepotente
Símbolo: machado duplo (oxé)
Dia da semana: quarta-feira
Colar: branco e vermelho
Roupa: branca e vermelha, com coroa de latão
Sacrifício: galo, pato, carneiro, cágado
Oferendas: amalá (quiabo com camarão seco e dendê)