10 mães das novelas

1. Dona Armênia (Rainha da Sucata - 1990)
Essa mãe interpretada por Aracy Balabanian com sotaque e gênio forte fez tanto sucesso que voltou em outra novela, "Deus nos Acuda" (1992). Amava "seus três filhinhas" de tal maneira, que morria de ciúmes das várias namoradas que arrumavam.

2. Dona Bina (Vereda Tropical - 1984)
A mãe do jogador de futebol Luca (Mário Gomes) era bastante ambiciosa. Vivida por Geórgia Gomide, não titubeava em dar em cima do ricaço Oliva (Walmor Chagas), elogiando seus "cabelos fofos de algodão’.

3. Edilásia Sardinha (Da Cor do Pecado - 2004)
A matriarca do clã Sardinha feita por Rosi Campos criou os cincos filhos na base do sopão e da porrada. Acabou transformando os rapazes em temidos lutadores de vale-tudo.

4. Helena (Por Amor - 1997)
A personagem de Regina Duarte tinha o instinto maternal tão acirrado que não hesitou em "doar" seu bebê à filha Maria Eduarda (Gabriela Duarte). As duas tiveram seus filhos no mesmo dia, mas a criança de Eduarda veio ao mundo morta e ela não poderia mais engravidar. O ato só foi descoberto no último capítulo e Maria Eduarda, Helena, seus maridos Marcelo (Fábio Assunção) e Atílio (Antônio Fagundes) e o menino Marcelinho terminam a trama juntos em um parque.

5. Isaura (Mulheres de Areia - 1993)
Símbolo da máxima que diz "amor de mãe é cego". A personagem de Laura Cardoso estava sempre acobertando as armações de Raquel. O alvo preferido da garota era sua doce e ingênua irmã gêmea, Ruth (ambas interpretadas por Glória Pires).

6. Júlia (Dancin’ Days - 1978)
Esta mamãe feita por Sônia Braga perdeu a guarda da filha Marisa (Glória Pires) para uma socialite, a irmã Yolanda (Joana Fomm), ao ser presa. Quando sai do xilindró, começa uma longa batalha para recuperar o direito de cuidar da menina.

Livro conta histórias da TV brasileira

7. Dona Jura (O Clone - 2001)
A proprietária de um boteco no bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, vivida por Solange Couto, ganhou a simpatia do público com seu famoso bordão "Não é brinquedo, não". Criou o filho com bastante liberdade, tanto que ficou bem ressabiada quando o rapaz começou a namorar Mel (Débora Falabella), dependente química.

8. Raquel (Vale Tudo - 1988)

Trabalhando como guia turística em Foz do Iguaçu, luta para sustentar a filha Maria de Fátima (Glória Pires). Quando o pai, Seu Salvador (Sebastião Vasconcelos), morre, Fátima vende a casa em que moravam e foge para o Rio de Janeiro deixando a mãe na miséria. Raquel (Regina Duarte) vai para o Rio reencontrar a filha, mas é constantemente humilhada por ela e acaba renegando-a.

9. Clara e Ana (Barriga de Aluguel - 1989)

Ana (Cássia Kiss) não consegue engravidar. Clara (Cláudia Abreu) é contratada para ser sua barriga de aluguel. Após complicações no parto, descobre que não pode mais engravidar. Reivindica, então, a guarda do meinno para o qual deu a luz. Ana não aceita e forma-se então o conflito que ocupou a maioria dos 243 capítulos da trama. Na última cena, dias antes do julgamento final, elas aparecem andando juntas com a criança na praia após concluírem que, qualquer que fosse o resultado, "precisariam dar um jeito" de resolver o impasse.

10. Dona Lola (Éramos Seis - 1994)
A mãe de Carlos, Julinho, Alfredo e Isabel é daquelas sofredoras. Depois de perder o marido, vê os filhos tomando um rumo meio torto na vida.

11. Maria do Carmo (Senhora do Destino - 2004)

Vivida por Susana Vieira, saiu do Nordeste e venceu no Rio de Janeiro. Perdeu a filha Lindalva (Carolina Dieckmann) sequestrada quando ainda era criança e lutou para reencontrá-la, além de manter os demais filhos sempre unidos.

12. Pereirão (Fina Estampa - 2011)

Renegada por um dos filhos (Antenor, vivido por Caio Castro), tem ainda Teodora (Carolina Dieckmann) e Quinzé (Malvino Salvador). Batalhadora, trabalha como Marido de Aluguel e é constantemente humilhada pelas pessoas, em especial as mais ricas. Quando ganha na loteria, dá a volta por cima.