10 curiosidades sobre o Dia de Ação de Graças

1. O Dia de Ação de Graças é comemorado nos Estados Unidos na quarta quinta-feira do mês de novembro e sua celebração talvez seja mais significativa que o Natal.

2. O primeiro Dia de Ação de Graças americano aconteceu em 1621, entre os colonos ingleses (peregrinos) que tinham fundado a colônia de Plymouth, estado de Massachusetts, e os integrantes da tribo Wampanoag, convidados dos colonos. Num gesto de delicadeza, os índios levaram comida aos ingleses, iniciando a tradição da festa da fartura. Em 1789, por ideia do então presidente George Washington, a data se tornou feriado.

3. Apesar de a primeira festa datar do século 17, sua origem provavelmente vem dos festivais de colheita que eram tradicionais em várias partes do mundo desde a idade antiga. Muito antes de os europeus estabelecerem-se na América do Norte, no leste europeu já eram celebrados os festivais de colheitas. Nas ilhas britânicas, no dia 1º de agosto se comemorava a colheita do trigo. Se a safra não tivesse sido boa, o feriado era cancelado. 

4. Outro importante precursor do Dia da Ação de Graças era o costume que protestantes ingleses tinham de escolher datas especiais para agradecer às graças divinas. Isso, no entanto, não acontecia regularmente; eles faziam essas comemorações em épocas de crise ou logo depois da passagem de um período ruim. Essas comemorações eram ocasiões religiosas sérias e pouco se assemelhavam às atuais festas. 

5. Durante as orações de Ação de Graças, é costume lembrar os peregrinos que criaram a festividade. Trata-se de um grupo de imigrantes puritanos da Holanda e da Inglaterra. Esses puritanos, compostos em sua maioria por agricultores, faziam parte de uma ala conservadora da igreja protestante formada no início do século 17. Acreditando que a Igreja da Inglaterra estava se afastando dos preceitos estabelecidos pela reforma, eles resolveram criar uma comunidade que viveria exclusivamente segundo os textos sagrados do cristianismo. Em 1617, eles decidiram migrar para a América por causa da grande influência da cultura europeia sobre seus filhos e pelas dificuldades econômicas da época.

6. Muitas das tradições associadas ao Dia de Ação de Graças vêm de antigos costumes de celebrações das colheitas de outono. Por exemplo, a cesta repleta de alimentos simboliza a fartura de alimentos dessas épocas. Muitas comunidades decoram as igrejas com frutas e flores, assim como aconteceu durante séculos nas colheitas de outono da Europa. Ao fazer uma festa centrada na preparação e apreciação de um farta refeição, mantém-se a ideia da celebração da fartura.

7. Na festa de Ação de Graças, as pessoas (independentemente de suas religiões) agradecem tudo o que conseguiram conquistar durante o ano. As famílias e os amigos se reúnem e comemoram comendo pratos típicos. O peru é o mais famoso deles  - só em 2007, 46 milhões de aves foram consumidas no dia de Ação de Graças (o dobro do que foi consumido no Natal!). Além do peru, as pessoas comem batata-doce, purê de batata, milho e torta de abóbora.

8. Desde 1947, a National Turkey Federation (Federação Nacional do Peru) presenteia o Presidente dos Estados Unidos com um exemplar da ave no Dia de Ação de Graças. Na cerimônia, o peru recebe o "perdão" presidencial e é poupado da morte, passando o resto de seus dias em uma fazenda. Recentemente, o perdão passou a ser concedido a uma dupla de perus, desde 2003 batizada por meio do voto popular. Em 2013, as sortudas foram chamadas de "Mac" e "Cheese", uma referência ao "Mac & Cheese", prato tradicional da culinária norte-americana.

9. O tradicional desfile de Ação de Graças de Nova York termina com o surgimento do Papai Noel. Ele marca o início das festas de Natal. Instituições de caridade servem refeições aos pobres e mandam cestas de alimentos para pessoas idosas e doentes.

10. O Dia de Ação de Graças também é comemorado no Canadá. Como o país fica ao norte dos Estados Unidos, as colheitas lá começam antes. Assim, o feriado de Ação de Graças chega antes. Em 1879, o Parlamento canadense estabeleceu a data em 6 de novembro. Em 1957, a data foi mudada para cair na segunda segunda-feira do mês de outubro.