15 tradições curiosas do Ano Novo

1. Pernil
A tradição de comer pernil na virada é antiga. Acredita-se que consumir a carne do porco, que é um animal que "fuça" a comida, empurrando-a para frente, traz sorte o ano todo e progresso na vida de quem o come. Independente das crenças, a carne é considerada nobre. É a partir dela que se prepara o presunto. Fresco, pode ser grelhado ou assado e deve ser consumido em até três dias. O pernil de porco é uma carne rica em colesterol. Crua, a carne contém 49 mg/100g. Na forma de tender (pernil pré-cozido ou defumado, recoberto por uma calda, geralmente à base de açúcar mascavo, acrescida de cravos), seu teor sobe para 8,1 mg/100g.

2. Grãos
A mesa da virada também é rica em pratos com grãos, como feijão e trigo. A sabedoria popular diz que eles devem ser consumidos justamente porque aumentam de tamanho durante seu cozimento. Da mesma forma, a pessoa que o consumir, crescerá na vida no próximo ano.

3. Lentilha
A lentilha, mais antiga leguminosa cultivada pelo homem, tem origem na Ásia Ocidental (próximo a Síria). Seu nome é uma homenagem à família roma Lentuli. Muitos crêem que suas sementes simbolizam abundância. Essa superstição veio de uma história bíblica. Esaú abriu mão de seus direitos de primogênito ao irmão Jacó por causa de um delicioso prato de lentilhas. Mas, mesmo abdicando desse poder, se tornou um homem muito rico. A forma dos grãos de lentilha também contribui para sua associação com dinheiro, já que lembram pequenas moedas.

4. Mel com tâmaras e figos secos
O poeta Ovídio, em seus escritos do século I, conta que a iguaria foi inventada pelo imperador romano Júlio César. Ele a oferecia aos amigos, com os desejos de que "o sabor do tempo" que começava fosse doce. Junto, mandava também uma folha de louro. O costume se manteve na Itália, que ainda hoje come figos em folhas de louro na passagem do ano.

5. Branco 
É um dos símbolos mais fortes da paz. Essa é uma das principais razões que explicam o hábito de os brasileiros vestirem roupas dessa cor na virada do ano. Mas esse costume também pode estar ligado às tradições do candomblé. O branco predomina nas vestimentas dos praticantes dessa religião, que na noite de Ano Novo prestam homenagem a Iemanjá, uma de suas principais entidades. Até mesmo muitas pessoas que nunca pisaram num terreiro lançam no mar, devidamente vestidas de branco, algumas rosas à Rainha das Águas.

6. Amarelo 
Usar pelo menos uma peça amarela atrai dinheiro. Vale até um lacinho de fita, que deve ficar guardado na bolsa durante o ano inteiro.

7. Roupas largas
Evite usar roupas apertadas durante a passagem do ano. Elas podem trazer dificuldades para o ano que se inicia.

8. Preto
As pretas devem ser evitadas. Primeiro porque preto remete a luto, tristeza, coisa que ninguém quer lembrar no réveillon. Segundo porque ficariam muito visíveis sob roupas brancas.

9. Champagne
Em 1695, vivia no norte da França um grande preparador de vinhos, dom Pierre Pérignon (1639-1715), que foi o mestre de adega da abadia beneditina de Hautvillers por 47 anos. Certo dia, este monge cego decidiu lacrar suas garrafas com cortiça completamente seca, em vez de usar tampas de madeira e fios de corda embebidos em óleo, como era habitual. Conseqüentemente, o dióxido de carbono produzido durante a fermentação, que conseguia passar através dos poros da madeira, ficou aprisionado pela nova rolha. Desse modo, Dom Pérignon recebeu os créditos de ter colocado as bolhas no champanhe.

10. Iemanjá
O ato de molhar o pé na água é uma homenagem a Iemanjá, a dona das águas salgadas. O sete (pular as sete ondinhas, lembra?) é um número cabalístico no candomblé, que representa Exu, o filho de Iemanjá que é a entidade responsável por abrir caminhos. As oferendas para Iemanjá, a Rainha do Mar, trazem sorte para quem quer começar o ano com o pé direito. Três rosas, moedas e perfume são os presentes mais comuns. De acordo com o candomblé, é muito importante não dar as costas para o mar após essa homenagem a Iemanjá.

11. Para ganhar dinheiro
Existem diversas simpatias para atrair dinheiro: chupar sete sementes de romã na noite de réveillon, embrulhá-las num guardanapo e guardar o pacotinho na carteira; guardar uma folha de louro; colocar uma nota no sapato; comer três uvas à meia-noite, fazendo um pedido para cada uma delas; e jogar moedas da rua para dentro de casa.

12. Nada de bolsos vazios
Não se deve passar a virada do ano de bolsos vazios. Do contrário, eles continuarão assim pelos próximos doze meses.

13. Sorte garantida
Dar três pulinhos com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota. Depois, jogar todo o champanhe para trás: tudo o que for ruim vai ficar no passado. Quem for atingido pela bebida, terá sorte garantida o ano inteiro.

14. Pulinhos
Pular só com o pé direito à meia-noite, para atrair coisas boas

15. Amor
 Para ter sorte no amor, à meia-noite, cumprimentar em primeiro lugar uma pessoa do sexo oposto.