Nem Gibson, nem Fender. Quando a assunto é guitarra, o andreense Ricardo Moreira, 42 anos, prefere uma solução, digamos, caseira. Numa tarde tediosa de 2012, o professor de Português decidiu começar a construir seu próprio instrumento. A inspiração era colorida, ou melhor, verde e branca. A primeira guitarra foi feita com madeira de um móvel...