No dia 13 de janeiro de 2013, os roqueiros veteranos do Black Sabbath divulgaram o lançamento de seu novo álbum… “13”! Pela primeira vez em 35 anos, Ozzy Osbourne, integrante da formação original da banda, voltará aos vocais. A previsão é que o CD chegue às lojas no mês de junho.

O motivo da escolha do nome não tem a ver com superstição – 13 é uma referência ao ano de lançamento do aguardado CD –, mas, por enquanto, o número não trouxe boa sorte aos membros da banda. Durante as gravações, o Black Sabbath passou por bons bocados. Em janeiro de 2012, o guitarrista Tommy Iommi foi diagnosticado com linfoma. Em maio, o baterista Bill Ward abandonou o projeto, por não ter concordado com termos do contrato.
Associar o número 13 ao azar é a tradição mais difundida no mundo. Isso pode ser explicado por sua relação com o calendário lunar, segundo o qual há 12,41 ciclos lunares por ano. Portanto, o ano deveria ter 12 meses completos e um 13o mês reduzido, esquisito e… azarento.
O Blog do Curioso encontrou 13 curiosidades sobre o número 13:
1. Quem tem medo do número 13 é triscaidecafóbico. A palavra vem dos termos gregos para “treze” e “fobia”. Os que temem as sextas-feiras 13 são chamados de parascavedecatriafóbicos.
2. Havia 13 pessoas na Última Ceia de Jesus Cristo (ele e os 12 apóstolos). Judas Iscariotes, o traidor, foi o 13o a sentar-se na mesa. Jesus foi crucificado na sexta-feira seguinte. É por isso que, nas culturas cristãs, a sexta-feira é considerada um dia de azar. De acordo com a Bíblia, foi também numa sexta-feira que Adão e Eva caíram na tentação. A enchente de Noé também começou numa sexta-feira.

3. Há quem acredite que, quando 13 pessoas sentam-se para jantar, a morte de uma delas está premeditada. No restaurante do Hotel Savoy, em Londres, eles levam isso a sério. Se você fizer uma reserva para 13 pessoas, será preparada uma mesa para 14. O 14o lugar da mesa não ficará vazio: ele será ocupado por uma estátua em forma de gato, espécie de mascote do hotel.
4. A única missão à Lua mal sucedida da NASA aconteceu justamente com a espaçonave Apollo 13. No dia 13 (!) de abril de 1970, o tanque de oxigênio da nave explodiu, forçando a tripulação a permanecer em condições mínimas de sobrevivência durante seis dias. O azar só não foi tão grande porque os três astronautas conseguiram voltar para a Terra, sobrevivendo ao acidente.

5. Outro desastre que ficou marcado na história foi o da aeronave Columbia, também da NASA, que explodiu ao reentrar na atmosfera, matando todos os tripulantes. O que essa tragédia tem a ver com o número 13? A nave foi lançada no espaço no dia 16/01/2003. 1+6+0+1+2+0+0+3 = 13.

6. Alguns hotéis e hospitais não têm quartos número 13. Mais de 80% dos arranha-céus norte-americanos não tem o 13o andar. Os aviões da Air France e da KLM não têm a fileira 13. Alguns aeroportos não têm o portão de embarque 13. Tudo para evitar o azar.
7. O número 13 foi banido da loteria italiana. Eles parecem levar a superstição a sério: na cidade de Florença, casas que ficam entre os números 12 e 14 são marcadas como 12,5. E na região de Campanha, o termo “tredici” (derivado da palavra 13) quer dizer “má sorte”.
8. Para evitar acidentes causados pelo azar, a Fórmula 1 não tem  carro número 13.
9. Antigamente, na Inglaterra, as sextas-feiras eram dias de execuções em praça pública, como enforcamentos e decapitações. No enforcamento tradicional, 13 degraus levavam o condenado à forca. Como se não bastasse, são necessárias 13 manobras para se fazer o nó da forca. Qualquer nó feito com mais ou menos manobras não resulta em uma execução perfeita.
10. Alfred Hitchcock se dizia perseguido pelo número 13. Por causa disso, ele batizou seu primeiro filme de “Number 13” (“número 13”). E não é que deu azar? Com o dinheiro que tinha na época (1922), Hitchcock só conseguiu rodar algumas cenas do filme mudo. O roteiro acabou se perdendo com o tempo. E o filme contendo as poucas cenas gravadas foi reciclado pelo estúdio. O centenário do nascimento meste do terror foi comemorado no dia 13 de agosto de 1999, uma sexta-feira 13.

11. No baralho de tarô, a carta número 13 é a carta da morte. Simbolicamente, “13” é a unidade que sucede um dodecadenário, ciclo representado por 12 unidades. A morte viria, portanto, depois do fim de um ciclo.

12. A Microsoft já provou ser uma empresa que acredita na superstição. O pacote Microsoft Office pulou direto da versão 12 (Office 2007) para a 14 (Office 2010). Tudo para não atrair azar.
13. A Tailândia é um dos poucos países que negam a tradição do 13 azarento. Lá, o número é relacionado com a boa sorte. O Ano Novo tailandês, inclusive, é comemorado no dia 13 de abril. Nesse dia, eles jogam água uns nos outros, para lavar os maus agouros.