A ideia é de dois designers sul-coreanos, Ko Hyunseon e Shin Daji. As máquinas de brinquedos em cápsula (também conhecidos como gashapons) darão prêmios bem mais interessantes do que Pokémons em miniatura ou bolinhas pula-pula.  A dupla desenvolveu uma linha de gashapons interativos chamada Element Capsule, com o objetivo de ensinar química às crianças.

Cada um dos 118 brinquedos da coleção representa um elemento químico, com detalhes que fazem alusão às suas características, e a cápsula informa nome, peso, número atômico e propriedades. As cores e os materiais usados para representar cada elemento também são diferentes, de modo a promover associações mentais que tornem o conhecimento mais fácil de assimilar. O hidrogênio, por exemplo, é representado como uma criatura laranja com cabelos de fogo, uma alusão ao seu alto poder de combustão.

Mas é agora que a criação se torna realmente tecnológica: as Element Capsules também vêm acompanhadas por um aplicativo de realidade aumentada (nome dados àqueles que são capazes de integrar componentes virtuais às imagens do “mundo real” capturadas pelo celular), que pode ser usado para aprender ainda mais sobre o elemento representado pelo brinquedo adquirido. Os gashapons são magnéticos, e quando uma combinação de dois ou mais é mostrada ao aplicativo, ele reproduz um vídeo educativo sobre o processo e os resultados da união daqueles elementos.

A criação recebeu o prestigioso prêmio Red Dot de Design Educativo. Por enquanto, a novidade ainda está em fase de protótipo, mas o reconhecimento da maior premiação de design do mundo pode acelerar o processo de comercialização do produto.

  • Share/Bookmark