Que o Japão é referência em transporte público sobre trilhos ninguém duvida. A novidade agora é que não são só os seres humanos que podem desfrutar do desenvolvimento oriental no setor. Um grupo de japoneses conseguiu levar 30 gatos para um passeio especial de trem especial no início de setembro.

Trem para santuário dos gatos (Foto: Reuters)

A Yoro Railway Co Ltd. resolveu oferecer essa oportunidade aos felinos num momento em que o Japão enfrenta um forte decréscimo na população de gatos. Anunciado como o “primeiro trem para gatos do mundo”, o passeio teve direito até a ração antes de chegar ao destino: um santuário para gatos comandado por uma organização não-governamental. Confira algumas imagens da viagem em vídeo feito pelo site britânico Metro.

Algo parecido – e ainda mais desenvolvido – já acontece na Europa. Passeios de ônibus turísticos por Londres são muito tradicionais. Desde janeiro existe na cidade um tour dessa natureza para cachorros. O veículo lembra bastante os mais tradicionais: são dois andares com janelinhas pelas quais os animais podem ver alguns pontos históricos da capital inglesa. A diferença é a cor verde em vez do vermelho.

Acompanhados dos donos, os cães passeiam por Londres, com direito a algumas paradas no trajeto para pequenas caminhadas. O passeio da companhia More Than recebe bem os humanos, mas o que importa mesmo é agradar os cachorros. Os restaurantes que são visitados, por exemplo, devem obrigatoriamente aceitar a entrada de animais de estimação. Os pontos temáticos explorados também precisam guardar alguma relação com o mundo canino. São essas as surpresas guardadas quando o ônibus para no Palácio de Buckingham, no Parlamento, na casa onde vivia Winston Churchill e nos jardins da Rainha.

A veia histórica do programa busca recordar animais de estimação famosos de personagens importantes da história britânica, como os cachorros da rainha Elizabeth.

  • Share/Bookmark