As clássicas tavernas medievais viraram inspiração para empresários do ramo gastronômico. As tavernas fizeram parte da cultura europeia no início do segundo milênio, sendo muito populares entre os vikings e os ingleses. Um dos estabelecimentos que aposta nesse cenário diferenciado e surpreendente está em São Paulo. Quem frequenta a Taverna Medieval aos fins de semana é recebido de maneira bem diferente: com uma pista de arco e flecha na área de espera. Nas terças, quartas e quintas, a diversão é com os RPGs, jogos em que os participantes interpretam personagens.

Toda a decoração da casa é inspirada na Idade Média, das mesas ao uniforme dos garçons. Uma das mesas simula um barco viking. “Em 2009 fizemos uma viagem para a Europa e tivemos a ideia”, recorda Nelson Ferreira, que comanda a Taverna ao lado da mulher, Ellen. “Hoje em dia existe a facilidade de pesquisar na internet e foi assim que pensamos em toda a decoração até a inauguração em 2015”. A casa também deixou uma mesa cheia de capacetes vikings e armas de plástico à disposição da clientela.

Mesa da Taverna Medieval simula barco viking

O cardápio precisou de consultoria com especialistas nos hábitos gastronômicos da Idade Média e aposta em hambúrgueres artesanais que contam com um “índice de medievalidade”, de 1 a 5, que aponta o nível de semelhança dos ingredientes e do preparo em relação ao que se fazia no passado. “Alguns alimentos tradicionais hoje em dia, como a batata, não existiam antes. Então criamos o índice para poder incluir esses itens no cardápio e explicar para o freguês que isso não era consumido antigamente”, explica Nelson.

Hambúrgueres da Taverna Medieval possuem “índice de medievalidade”

No interior paulista, a expoente das decorações medivais é a Milord Taverna. Localizada em Campinas, ela tenta reproduzir ao máximo o ambiente das tavernas medievais dos Séculos X e XI. A proposta é provocar uma viagem à Idade Média por meio dos cinco sentidos. Na entrada, miladies e milordes, os nobres ingleses da Idade Média, recepcionam os clientes e os encaminham para o taverneiro. Lá, eles são servidos com salames e presuntos que servem de aperitivo para a costela bovina ou a coxa de peru. Chope, cerveja e uma decoração forrada de bandeiras, brasões e itens medievais completam a proposta da Milord. Apresentações musicais que misturam rock com a música celta também estão presentes no local às quintas, sextas e sábados.

Milord Taverna simula construção medieval em Campinas

Em Minas Gerais, quem lançou a moda foi a Svarten Mugg. A proibição da entrada de menores de 18 anos desacompanhados dos pais sinaliza o foco nas bebidas especiais, com destaque para as cervejas e para o chope de 700 ml servido em um copo que na verdade é um chifre viking. Costeleta de cordeiro, salmão defumado e leitão desossado são algumas das receitas da Idade Média incorporadas ao cardápio da casa em Belo Horizonte.

Copo de chope da Svarten Mugg simula um chifre viking

Onde ficam:
Taverna Medieval: Rua Gandavo, 456, Vila Mariana, São Paulo. Horário: terças, quartas, quintas e domingos, 18h/23h; sextas e sábados, 18h/1h. Tel.: (11) 4114-2816.

Milord Taverna: Rua Sacramento, 367, Centro, Campinas. Horário: terças, quartas, quintas e domingos, 11h/15h e 18h/23h30; sexta e sábados, 11h/15h e 18h/2h. Tel.: (19) 3308-2014.

Svarten Mugg: Rua Santa Rita Durão, 1056, Savassi, Belo Horizonte. Horário: terças a quintas, 18h/0h; sextas, 18h/1h; e sábados, 16h/1h. Tel.: (31) 3267-9392.

  • Share/Bookmark