A rede norte-americana de fast-food KFC criou uma campanha pouco usual para o Dia das Mães. Quem for aos restaurantes da rede nos Estados Unidos terá acesso a um pequeno romance protagonizado por Harland David Sanders, o já falecido criador dos frangos fritos mais famosos do planeta, e por sua amada (apenas na obra, já que não existe registro deste nome na história real do Coronel Sanders) Madeline Parker.

O Dia das Mães é tradicionalmente o dia em que as vendas da rede atingem seus melhores índices. “A única coisa melhor que ser atraído pelo nosso frango é ser atraído pelo próprio Harled Sanders”, contou o diretor de marketing George Felix para promover a novidade. “Então, neste ano, o balde de frango frito que eu compro para minha mulher virá com um romance fumegante. O jantar está sendo feito com carinho e ela terá um tempo em sua conturbada agenda”.

Tender Wings of Desire (“Asas Suaves do Desejo”, em português) tem uma narrativa baseada em clichês simples e, geralmente, funcionais: “Quando Lady Madeline Parker foge de Parker Manor e seu noivado sem amor, ela finalmente sente que está controlando sua vida. Mas o que acontece quando ela finalmente se sente assim? Quando finalmente se encontra nos braços de Harland, um belo marinheiro com um passado misterioso, Madeline entende que deve escolher entre uma vida estável e uma grande paixão. O que o destino reserva em ‘Tender Wings of Desire’?”, questiona a sinopse da obra.

Coronel Sanders virou protagonista de livro feito pela KFC

Apesar do trocadilho, as “asas” do título não são referência às milhões delas que são vendidas diariamente na KFC, mas sim ao amor que metaforicamente fez Sanders e Parker “voarem”. O fundador da KFC só entra em cena na metade da obra, quando Madeline enfim foge de casa para escapar de seu noivado infeliz. Na capa do livro aparece um desenho do Coronel carregando Madeline no colo. Com a mão direita ela segura uma coxa de frango. O livro possui 96 páginas e é assinado por “Colonel Sanders”.

A publicação caiu no gosto dos leitores que comentaram no site da Amazon. Michele Humphrey, por exemplo, achou que a história foi, ao mesmo tempo, “picante e suave”. Outros adjetivaram a história como “fofa”, “divertida”, dentre outros. No geral, 21 pessoas avaliaram o livro na Amazon desde que ele foi lançado, no último dia 2: para 13 delas (62%), a obra mereceu as cinco estrelas (o máximo); outras seis (29%) conferiram quatro estrelas e duas (9%) deram apenas duas.

Harland David Sanders, o verdadeiro Coronel Sanders, morreu em 1980, aos 90 anos

Em geral, as maiores críticas foram para a ausência dos famosos frangos fritos de Sanders na história (eles aparecem em apenas um piquenique), mas até erros de concordância verbal foram apontados pelos comentaristas. A crítica especializada pegou mais pesado: “ridículo, pretensioso e bizarro”, classificou Katy Taylor no Business Insider.

Aos brasileiros que ficaram interessados, duas informações: a KFC do Brasil informa que o livro não será publicado por aqui, nem tampouco distribuído nos restaurantes brasileiros da rede. Mas ele está disponível de maneira gratuita (em inglês) na Amazon.

  • Share/Bookmark