Conhece um bom lugar para tomar café da manhã em Londres? Pois os turistas elegeram o Cereal Killer Café, uma curiosa criação dos gêmeos ingleses Alan e Gary Keery, de 34 anos. É uma casa especializada em cereais matinais. A primeira unidade foi inaugurada na Brick Lane, em dezembro de 2014. A segunda, cinco meses depois, apareceu em Camden. Há uma terceira loja em Birmingham, a segunda cidade mais populosa da Inglaterra, outra no Kuwait e uma unidade inaugurada este mês em Dubai. A próxima será aberta na Jordânia. Viu só como cereal é importante para o crescimento?

A fachada da loja inaugurada em 2015 no bairro de Camden

Para quem está acostumado a encontrar quatro ou cinco tipos de cereal na gôndola do supermercado, o Cereal Killer Café será uma experiência surpreendente. São 100 tipos de cereal, 30 variedades de leites e 20 toppings. Os cereais são divididos em três categorias: britânicos, americanos e globais (França, Israel, Espanha e Austrália são algumas das nacionalidades sempre disponíveis). São servidos em tigelinhas nos tamanhos pequeno, médio e grande. As embalagens coloridíssimas fazem parte da decoração, que tem mobiliário e decoração das décadas de 1980 e 1990. Mas a grande sacada é que, em parte da casa, camas substituem bancos e cadeiras. Ou seja: o dia inteiro o visitante poderá ter a sensação de estar saindo da cama para devorar a tigelinha de cereais.

As embalagens dos cereais, a lousa e as camas dão um colorido ao ambiente

O Cereal Killer Café oferece ainda torradas, bebidas quentes e frias, e coquetéis que levam cereais. Dá para fazer um desjejum completo. Os irmãos Keery viraram ícones do empreendedorismo inglês com essa ideia. Lançaram um almanaque sobre cereais e até canal no YouTube. Mas também foram alvo de manifestações na região de Brick Lane pelo preço que cobram pelas tigelinhas (a partir de 15 reais).

Para contratacar, a Kellogg’s, mais importante fabricante de cereal matinal do mundo, abriu um café semelhante na Times Square, em Nova York. No Kellogg’s NYC, a oferta é bem mais modesta. São 18 tipos de cereal, todos da empresa. Eles podem ser acompanhados de leite, sorvete ou iogurte grego. O cliente pode criar sua própria combinação, misturando à vontade cereais, frutas e toppings. O curioso é que tanto a Cereal Killer quanto a Kellog’s NYC funcionam o dia inteiro. Em entrevista à imprensa americana, o presidente da Kellogg’s, Noel Geoffroy, explicou que “um terço de todo o consumo desses cereais industrializados é feito fora do café da manhã”.

(Com fotos de Rodrigo Duarte)

  • Share/Bookmark