Nem Gibson, nem Fender. Quando a assunto é guitarra, o andreense Ricardo Moreira, 42 anos, prefere uma solução, digamos, caseira. Numa tarde tediosa de 2012, o professor de Português decidiu começar a construir seu próprio instrumento. A inspiração era colorida, ou melhor, verde e branca. A primeira guitarra foi feita com madeira de um móvel antigo, que estava encostado num canto da sala. Ganhou o formato do escudo da Sociedade Esportiva Palmeiras, seu time do coração. Desde então, ele já fez uma com o distintivo do Santos, adversário do Palmeiras na final da Copa do Brasil deste ano; outra com o do espanhol Barcelona; e até uma com o do rival Corinthians.

0102

Ricardo já fez guitarras do Barcelona e dos rivais Santos e Corinthians

“No começo desse ano, tive um estalo ouvindo uma entrevista do Carlos Mazzei, dono da Associação Nacional dos Inventores, na Rádio Bandeirantes”, conta Ricardo. O inventor resolveu patentear a ideia. Ricardo registrou todo tipo de instrumento com símbolos desportivos ou com mascotes de times de futebol. Ele já se imagina fazendo guitarras com escudos do mundo inteiro. “Mas dá para ir muito além, usando também as logomarcas de empresas, por exemplo”, afirma Ricardo. A guitarra da Sociedade Esportiva Palmeiras, sua primeira criação, está exposta no Museu das Invenções, que pertence à Associação Nacional dos Inventores, no bairro de Perdizes, em São Paulo.

01PALMEIRAS

A primeira guitarra feita por Ricardo está exposta no Museu das Invenções, no bairro de Perdizes, em São Paulo

A produção de cada unidade leva de uma semana a um mês, dependendo da complexidade do projeto. Ricardo aprendeu a arte da luthieria sozinho, assistindo a vídeos na internet. Ele garante que as guitarras podem ser feitas com qualquer tipo de madeira. “A sonoridade continua boa”, diz. “A única coisa que muda é o timbre”. Hoje em dia o professor, que também é músico, procura empresas que possam custear a ideia. A produção deve ser feita em grande escala, planeja. Por isso é que, por enquanto, Ricardo ainda não comercializa as guitarras. “Várias pessoas já me pediram para fazer”, explica. “Só que sozinho não posso fabricar guitarras para a torcida inteira do Corinthians”.

Serviço
E-mail: ricmoreira@gmail.com
Tel.: (11) 99802-2173

  • Share/Bookmark